SIDÃO: 6,0
Sem culpa no gol, pouco foi acionado no jogo. Foi ao ataque no fim, tentou cavar falta e quase veio a derrota

VICTOR LUIS: 6,0
Mérito de correr o jogo todo, lutar, dividir e tentar mesmo improvisado na direita. Erros técnicos, mas não se omitiu

RENAN FONSECA: 5,0
Segue sem inspirar qualquer confiança. Cortou algumas bolas, mas só olhou no gol

EMERSON: 6,0
Melhor que o companheiro, se desdobrou, fez bons desarmes e batalhou muito

DIOGO BARBOSA: 5,0
Pareceu sem força e sem esforço, limitando-se ao básico. Pouco criou

AIRTON: 7,0
Melhor do meio alvinegro, mostrou categoria, deu lençol, rodou o jogo e sofreu faltas

RODRIGO LINDOSO: 6,5
Correu bastante, marcou e chegou à frente para finalizar, como no gol. Boa atuação

DUDU CEARENSE: 5,5
Muita entrega e disposição, alguns bons lances, mas sem grande destaque. Levou o terceiro cartão amarelo

CAMILO: 6,0
Teve como virtude se entregar ao jogo e lutar por todas as bolas. Falta o brilho técnico

NEILTON: 4,0
Uma de suas piores atuações pelo Botafogo. Escondido, pouco participou do jogo, errou passes, levou cartão bobo e pode não jogar mais pelo clube

SASSÁ: 7,0
Muita determinação, força e um gol de oportunismo. Está exagerando no nervosismo e nas reclamações

RODRIGO PIMPÃO: 6,5
Entrou colocando fogo no jogo, correndo e dando opção pela direita. Foi bem

GERVÁSIO NÚÑEZ: 5,0
Nada acrescentou. Se enrolou em jogadas fáceis e não foi produtivo

VINICIUS TANQUE: 5,0
Brigou como pivô e parou algumas bolas. Não teve chance de finalizar

JAIR VENTURA: 5,0
Em meio a tantos desfalques, foi criativo e encontrou solução para escalar o time. Pecou ao não perceber o avanço da Ponte Preta. Devia buscar matar o jogo

Fonte: Redação FogãoNET