JEFFERSON – 6,5
A segurança de sempre e sorte em duas bolas na trave. Mais um jogo sem sofrer gols

LUIS RICARDO – 6,5
Melhorou em relação ao último jogo. Caneta, passe para gol e boa opção ofensiva

JOEL CARLI – 7,0
Em sua estreia, mostrou firmeza e segurança para rebater e desarmar. Evitou sair jogando

EMERSON SILVA – 6,5
Chegou duro em alguns lances e foi bem no jogo aéreo. Pareceu sofrer com a falta de ritmo

DIOGO – 6,0
Atuação discreta. Ficou mais preso à marcação, onde não comprometeu, e pouco chegou ao ataque

RODRIGO LINDOSO – 5,0
Quase não apareceu. No primeiro tempo ficou à frente da zaga e teve pouco trabalho. No segundo tempo, foi liberado para jogar, mas nada criou

BRUNO SILVA – 6,5
Bem na marcação, acertou passes difíceis (como um lançamento para Gervásio Núñez) e arriscou finalização de longe. Mostrou que pode ajudar

LIZIO – 3,5
Mais uma atuação apagadíssima. Não deu seguimento às jogadas nem criou lances de perigo, saindo no intervalo

GEGÊ – 6,0
Jogador mais lúcido do meio de campo, acertou passes, cumpriu sua função tática pela esquerda e quase marcou em cobrança de falta, mandando no travessão

GERVASIO NUÑEZ – 4,0
Pareceu displicente em diversas jogadas e não foi capaz de liderar o setor ofensivo. Fez muito pouco

LUIS HENRIQUE – 6,5
Teve oportunismo para fazer um gol que estava precisando, ao se antecipar ao goleiro e cabecear.

LUCAS ZEN – 6,0
Entrou nervoso, errando passes fáceis. Aos poucos, melhorou no jogo, marcando e saindo pelo lado direito

RIBAMAR – 5,5
Deu mais força ao ataque, brigou, mas não conseguiu ser efetivo no pouco tempo que teve em campo

LEANDRO – 5,5
Deu mais mobilidade ao time, quase fez um gol, mas abusou do individualismo

RICARDO GOMES – 5,0
Ainda não conseguiu dar um padrão ao Botafogo. Time não jogou bem. Alteração de Lizio por Lucas Zen causou estranheza na torcida

Fonte: Redação FogãoNET