GATITO: 7,5
Sem culpa no gol, fez defesa salvadora no fim

EMERSON SANTOS: 6,0
Foi bem na marcação a Otero, tentou apoiar, mas faltou cacoete ofensivo

CARLI: 7,5
De volta a sua antiga casa, o estádio do Quilmes, o xerifão se impôs e foi bem

IGOR RABELLO: 5,5
Até fez um bom jogo, mas titubeou e falhou no gol

VICTOR LUIS: 6,5
Muita entrega na marcação e correria, mas errou muito com a bola

RODRIGO LINDOSO: 6,5
Mais preso à marcação, batalhou no meio e pouco apareceu para jogar

BRUNO SILVA: 6,0
Foi quem mais arriscou no meio, marcando e jogando, mas perdeu bola fácil no gol

JOÃO PAULO: 5,5
Não manteve o nível de outros jogos. Brigou, mas perdeu disputas no meio e não foi eficiente

GILSON: 5,0
No meio, não viu a cor da bola. Melhorou um pouco quando foi para a lateral

GUILHERME: 5,5
Com mais liberdade, recebeu menos bolas jogando por dentro. Joga melhor aberto. Pouco produziu

ROGER: 4,0
Quase não participou do jogo, ficou em impedimento e não deu sequência às jogadas. Mal

FERNANDES: 6,0
Entrou com vontade e movimentação, buscando o jogo, mas sem destaque.

JOEL: 5,0
Até teve determinação, mas se enrolou com a bola, tomou cartão e não foi útil ao ataque

DUDU CEARENSE: sem nota
Entrou já no fim

JAIR VENTURA: 6,0
Com desfalques, não encontrou soluções ofensivas. Armou mal o time com Gilson no meio. Consertou no segundo tempo

Fonte: Redação FogãoNET