SIDÃO: 8,0
A nota alta é pela defesa espetacular em lance de gol praticamente certo de Kleber. Errou lances bobos, mas não comprometeu e segurou o empate

LUIS RICARDO: 6,5
Firme na marcação e boas escapadas pela direita. Pecou na definição, seja passe ou chute, como o último do jogo, que poderia ser o gol da vitória

RENAN FONSECA: 6,0
Muitas bolas cortadas, estivessem elas no domínio ou não do Botafogo. Bem pelo alto

EMERSON: 7,0
Mostrou categoria e segurança, dando poucas chances ao ataque rival. Muita personalidade

DIOGO: 6,0
Outro que apareceu como válvula de escape, mas falhou na definição da jogada. Sofreu no setor defensivo

AIRTON: 6,5
Muita luta e garra para controlar o meio-de-campo. Novamente, o time não sofreu gol com ele em campo

RODRIGO LINDOSO: 6,0
Mais discreto, não comprometeu. Marcou e distribuiu. No fim, pareceu cansado e cometeu erros

CAMILO: 7,5
Jogador mais lúcido do Botafogo. Dúvida antes da partida, jogou os 90 minutos, correu muito e deu bons passes

NEILTON: 5,5
Dava algum trabalho para o adversário com sua velocidade, mas tinha dificuldades em controlar a bola em campo ruim. Saiu no intervalo

RODRIGO PIMPÃO: 5,0
Cumpriu seu papel tático, ajudou na marcação, mas pareceu sem força e eficiência para atacar

SASSÁ: 5,5
Pareceu ainda sem confiança, por não estar 100% fisicamente. Foi pouco acionado. Em um lindo lance, deu drible no zagueiro e cruzou para Emerson Conceição acertar o próprio travessão

LEANDRINHO: 6,5
Entrou com mobilidade e desenvoltura, dando qualidade ao meio. Faltou chegar mais na frente

FERNANDES: 5,5
Entrou no lugar de Airton e teve dificuldades no jogo, recebendo cartão amarelo. Acertou passes

VINICIUS TANQUE: Sem nota
Não teve tempo para ser avaliado

RICARDO GOMES: 6,5
Seu time já está mais coeso e seguro. Saiu com um ponto de Curitiba e poderia ter conquistado a vitória. Faltou força ofensiva

Fonte: Redação FogãoNET