JEFFERSON: 6,0
Sem culpa no gol e seguro no jogo

MARCINHO: 5,5
Levou a melhor sobre Luan, mas teve dificuldades em achar espaço para jogar

CARLI: 6,0
Conseguiu se impor durante todo o jogo. Mas levou o terceiro cartão

IGOR RABELLO: 5,0
Fazia boa partida, porém foi facilmente envolvido por Rafael Moura no lance do gol

GILSON: 4,5
Deu opção até demais no ataque, onde pouco produziu, e deixou espaços na defesa

RODRIGO LINDOSO: 6,0
Melhor jogar no meio, combateu e começou as principais jogadas do Botafogo, quando achou bons passes longos

MATHEUS FERNANDES: 5,5
Participativo na marcação, pouco apareceu para jogar

GUSTAVO BOCHECHA: 5,0
Tem qualidade com a bola no pé, mas jogo em ritmo lento e tem dificuldades quando o jogo acelera

RENATINHO: 4,0
Mais uma atuação ruim. Se enrolou em jogadas simples e não foi efetivo

LUIZ FERNANDO: 5,5
Boa opção nas escapadas em velocidade. No segundo tempo, pareceu cansar e errou bolas fáceis

BRENNER: 4,0
Isolado na frente, se enrolou com a bola quando ela chegou. Perdeu uma boa chance

AGUIRRE: 5,0
Mostrou disposição e vontade, mas pouco produziu

KIEZA: 5,0
Outro que tentou ajudar, porém aberto pela esquerda, longe do gol, não funcionou

MOISÉS: 5,0
Entrou no fim, já com desvantagem no placar, e mostrou estar fora de ritmo, perdendo lances bobos

ALBERTO VALENTIM: 3,5
Faltou coragem para atacar o América-MG. Começou e terminou com 3 volantes. Alteração de colocar dois centroavantes juntos não surtiu efeito algum

Fonte: Redação FogãoNET