JEFFERSON – 6,0
Seguro nas poucas vezes em que foi exigido.

DIEGO – 5,0
Tentou jogadas com Luis Ricardo, mas não foi muito efetivo. Precisa melhorar. Saiu para a entrada de Lizio no segundo tempo.

LIZIO – 7,0
Entrou e decidiu o jogo marcando o gol da vitória, completando passe de Diogo Barbosa. Estrela brilhou na estreia.

RENAN FONSECA – 5,0
Precisa organizar mais a defesa com o jovem Emerson. Ficou só olhando no gol da Portuguesa.

EMERSON – 4,5
É jovem ainda, precisa melhorar se quiser continuar como titular. Inseguro.

DIOGO BARBOSA – 6,0
Teve trabalho com as subidas de Belarmino. Fez a boa jogada para o gol da vitória, marcado por Lizio.

AIRTON – 7,5
Fora uma cochilada no primeiro minuto de jogo, quando tomou uma linda caneta de Allan, foi um monstro no meio-de-campo. Desarmou, armou e até se apresentou para receber no ataque. Ótima atuação.

RODRIGO LINDOSO – 5,5
Atuação burocrática.

LUIS RICARDO – 4,5
Desperdiçou um pênalti quando o placar ainda estava 0 a 0, chutando para fora.

GEGÊ – 6,5
Fez o belo gol, participou mais do jogo do que Núñez e Luis Ricardo. Porém, deixou Belarmino cruzar para o gol da Portuguesa.

NÚÑEZ – 5,0
Não foi o mesmo Yacaré da estreia. Quis fazer gol de letra e desperdiçou ótima chance. Mas mostra claramente ter qualidades.

MARCINHO – Sem nota
Entrou já no finalzinho no lugar de Núñez.

LUIS HENRIQUE – 5,0
Teve uma chance e a desperdiçou, tentou sair mais da área algumas vezes. Está claro que não pode assumir a responsabilidade ainda de ser o homem-gol. É muito novo, precisa ter mais intensidade.

RIBAMAR – 5,5
Quase não tocou na bola, não teve como mostrar muita coisa.

RICARDO GOMES – 5,0
Dois gols de bola aérea contra a Desportiva, um agora. Precisa melhorar essa jogada na zaga alvinegra. E precisa também definir um batedor de pênaltis. Luis Ricardo não é o homem das bolas paradas. Ainda há ajustes a serem feitos também no meio-de-campo.

Fonte: Redação FogãoNET