JEFFERSON – 7,0
Não teve o que fazer no gol de Grafite. Fez uma defesaça no primeiro tempo.

LUIS RICARDO – 4,0
Muito tímido no apoio, atuou de forma burocrática. Pelo menos tentou mais que o outro lateral, Carleto.

RENAN FONSECA – 4,5
Ficou perdido como seu companheiro de zaga no gol de Grafite, deixando a tarefa de marcá-lo para Luis Ricardo. Um pouco melhor que Giaretta.

DIEGO GIARETTA – 4,0
Perdido na marcação do Santa Cruz.

CARLETO – 2,0
Péssimo. Errou tudo. Fraco no apoio e na marcação. Fez uma de suas piores partidas com a camisa do Botafogo.

SERGINHO – 4,0
Volante-volante, do primeiro combate. Fez sua estreia, levou um cartão amarelo no primeiro tempo, mas limita-se a destruir jogadas.

DANIEL CARVALHO – 5,5
Entrou no fim, mas mostrou-se o mais lúcido no setor de criação. Tem uma batida de bola diferente. Se estivesse em melhor forma para jogar os 90 minutos, seria muito mais útil.

WILLIAN ARÃO – 4,5
Caiu muito de rendimento, mas tentou puxar algumas jogadas ofensivas. Mas não é nem sobra do Arão do primeiro semestre.

OCTÁVIO – 1,0
Não tem condição de vestir a camisa do Botafogo. Parece um jogador sub-20 no meio dos profissionais. Errou tudo. Uma nulidade.

LULINHA – 4,5
Entrou no lugar de Octávio, mas não teve muito o que fazer. Sua estrela anda meio apagada.

DIEGO JARDEL – 4,5
Melhor que Octávio, tem qualidade, mas não tem com quem dialogar no meio. Não fez boa partida, mas pelo menos mostrou um pouco mais de vontade.

NEILTON – 4,0
É habilidoso, mas mostrou muito pouco no Arruda. Foi tímido e errou a maioria das jogadas individuais que tentou.

SASSÁ – 4,0
Entrou no lugar de Neilton para tentar alguma coisa, mas não conseguiu mostrar mais do que a habitual correria.

NAVARRO – 4,0
Isolado na frente, teve pouco para mostrar simplesmente porque a bola não chegou. Mas não é bobo. Fez sua estreia como titular.

RICARDO GOMES – 3,0
Ainda não conseguiu detectar que o problema está no setor de criação. Com a dupla Octávio/Diego Jardel vai ser difícil produzir algo. O Botafogo chutou pouquíssimo a gol. Demorou a tirar Octávio do jogo e a colocar Daniel Carvalho em campo.

Fonte: Redação FogãoNET