A um gol do sonhado milésimo, Túlio será o centro das atenções nesta quarta-feira. Mas não entrará em campo. A bola da vez vai rolar na Justiça do Trabalho, onde será a audiência do processo movido pelo atacante contra o Botafogo, no qual pede R$ 1,5 milhão de indenização pelas falhas no projeto do milésimo gol desenvolvido pelo clube e abandonado antes de a meta ser atingida.

Túlio, que, por suas contas, tem 999 gols, continua buscando um clube no qual possa alcançar seu objetivo. O Independente Futebol Clube, de Limeira, abriu as portas para a negociação. O clube estreia na série A3 do Campeonato Paulista no próximo dia 2, contra o Francana.

Fonte: Blog da Marluci Martins - Extra Online