Depois das tentativas frustradas de jogar em Brasília contra o Flamengo e o Vasco no Campeonato Carioca deste ano, o Botafogo finalmente realizará o sonho de consumo de mandar partida no Mané Garrincha no ano. O blog apurou que o duelo contra o Palmeiras pela sexta rodada da Série A será no Distrito Federal. A CBF ainda não oficializou a data na tabela oficial da competição, mas o duelo está previsto para 25 (sábado) ou 26 de maio (domingo). De acordo com o regulamento geral das competições da CBF, os clubes podem negociar apenas cinco mandos durante todo o campeonato; todos eles antes das cinco últimas partidas como mandantes na competição.

Cansado de ser frustrado pelos arquirrivais cariocas, o Botafogo partiu para negociar a realização de jogos longe do Rio com clubes de outros estados. O Palmeiras aceitou a mudança. As federações também. Em breve, a CBF oficializará o local do jogo na tabela.

No início deste ano, o Botafogo tentou trazer para Brasília o duelo contra o Flamengo. Não houve acordo com a diretoria rubro-negra. Cada clube faturaria cota de R$ 700 mil, mas o clube da Gávea não aceitou jogar em Manaus nem em Brasília. O confronto aconteceu no Estádio Nilton Santos. Na ocasião, o Flamengo preferiu ficar no Rio e frustrou o Botafogo. O arquirrival alegou que acabara de chegar de uma viagem longa para Orlando, nos Estados Unidos, onde havia disputado a Florida Cup.

Em fevereiro, o Botafogo acertou para receber o Vasco no Mané Garrincha. A diretoria do Glorioso inclusive havia pedido camarote para um torcedor alvinegro ilustre, o presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia. O clube de São Januário desistiu. Em grave crise financeira, o Botafogo receberia R$ 700 mil no confronto com o rubro-negro e R$ 300 mil diante do Vasco. Logo, deixou de faturar R$ 1 milhão. A diretoria irritou-se com os “coirmãos”.

Além da cota fixa de R$ 300 mil, Botafogo e Vasco viriam a Brasília com tudo pago. Na época, o blog apurou que um voo da companhia aérea Azul havia sido fretado por R$ 175 mil. A aeronave traria os dois times e representantes da Ferj. Dois hotéis da capital também estavam locados para acomodar as delegações com direito a pensão completa.

Não é a primeira vez que o Botafogo mandará jogo da Série A no estádio batizado com o nome do maior ídolo do clube. Em 2013, recebeu o Goiás no empate por 1 x 1. No ano seguinte, recebeu Fluminense, São Paulo e Atlético-MG no Mané Garrincha. Na última passagem pelo DF pela primeira divisão, duelou com o Cruzeiro em 2016.

Fonte: Blog Drible de Corpo - Correio Braziliense