Blog critica falta de critério da Globo ao defender choro do Fla

Compartilhe:

Belíssimo comentário do meu camarada Zatonio no facebook. Vale a pena ler e refletir.

“Dias atrás o Botafogo enfrentava o Grêmio em Porto Alegre, jogo duro. No final da primeira-etapa a partida estava 1 x 1. Uma bola é alçada na área do Botafogo, o atacante Kléber, em posição de impedimento, corre em direção à bola, o auxiliar levanta sua bandeira marcando a irregularidade. Outro jogador gremista, em posição legal, chuta e faz o gol. O árbitro, Paulo César de Oliveira, passa por cima da marcação de seu auxiliar e valida o gol. Detalhe: Jefferson e a defesa do Botafogo, erradamente, pararam ao ver o auxiliar com sua bandeira levantada.

O comentarista de arbitragem da TV Globo na partida, Renato Marsiglia, aplaudiu a atitude do Paulo César, chegando ao cúmulo de afirma que Kléber não corria em direção à bola. Marsiglia foi apoiado por toda a equipe que trabalhava com ele na transmissão do jogo.

Ontem, Flamengo x Bahia, em Salvador. Final da primeira-etapa, 1 x 0 Bahia. Uma bola é alçada na área do Flamengo, um jogador do Bahia, em posição de impedimento, tenta cabeceá-la para o gol e não acerta, o goleiro Felipe defende dando rebote para o meio de sua área, a bola sobra para um jogador do Bahia que faz o gol. O auxiliar havia levantado sua bandeira marcando a irregularidade. O árbitro, Heber Roberto Lopes, passa por cima da marcação de seu auxiliar e valida o gol.

O comentarista de arbitragem da Globo, desta feita Arnaldo César Coelho, diz que o árbitro errou vergonhosamente ao passar por cima da marcação de seu auxiliar. E a equipe que fazia a transmissão da partida, só faltou pedir o fuzilamento sumário do Heber.
Imparcialidade “profissional” é isso. “



Fonte: Blog do Pc Guima
Comentários