A notícia de que o lateral-direito Gilberto é observado pelo Cruzeiro para reforçar o clube mineiro na próxima temporada não caiu bem no Botafogo. Na tarde desta terça-feira, o presidente alvinegro Carlos Eduardo Pereira lamentou o assédio feito pelo clube mineiro sobre seu jogador. O mandatário reiterou que camisa 4 ainda possui contrato com o clube.

— O Botafogo lamenta e repudia o assédio que o Gilberto vem sofrendo da parte do Cruzeiro. Existe vínculo contratual entre o Gilberto e o Botafogo até o final do ano e estamos em permanentes negociações com o lateral e seus agentes — afirmou o presidente.

Gilberto possui contrato com o Botafogo até o final de 2015. A seis meses do fim do vínculo, o lateral está livre para negociar com qualquer outro clube, brecha que chamou a atenção do Cruzeiro.

Na última semana, o Botafogo teve uma reunião com os agentes de Gilberto e aumentou sua oferta ao jogador para mantê-lo por mais quatro temporadas. O problema, porém, tem sido o silêncio do jogador quanto ao interesse alvinegro em sua permanência.

O presidente alvinegro ainda questionou a ética cruzeirense sobre o fato que o clube tem assediado um jogador que está com contrato em vigor:

— Recomendam os melhores princípios éticos e esportivos que esta interferência não ocorra sem a desistência do Botafogo, o que está muito longe de ocorrer.

Fonte: Extra Online