O atacante Navarro tem a intenção de ficar no Botafogo na próxima temporada, mas a situação financeira do clube é um empecilho. Segundo o Globoesporte.com, os valores oferecidos pelo Alvinegro ainda estão distantes do que ele pretende. Além disso, o Botafogo ainda não pagou pelo empréstimo do atacante, que é ligado ao Defensor-URU e tem os direitos econômicos pertencentes a um empresário argentino que o acompanha desde o início da carreira.

Outra questão que incomoda Navarro é que ele chegou ao Brasil com uma promessa salarial, mas ficou desapontado ao descobrir que seriam deduzidos do valor impostos e encargos trabalhistas. Além disso, Navarro tem recebido propostas. A mais vantajosa é do Jaguares, do México, que oferece um alto salário, em dólares. Milionários (COL) e clubes do Uruguai e do Peru também já fizeram contato.

O que pesa a favor do Botafogo, além da vontade de ficar, é que a família de Navarro se adaptou muito bem ao Rio de Janeiro. Quanto a uma possível renovação, o único acerto é o tempo de contrato. Navarro, de 30 anos, renovaria até dezembro de 2017.

Fonte: Globoesporte.com