O Conselho Deliberativo do Botafogo aprovou nesta terça-feira, em General Severiano, o orçamento para 2020 apresentado pelo Conselho Diretor. Foi aprovado também o plano de metas e o percentual de antecipação de receitas em 14,21%. O orçamento total de receitas é de R$ 229.330 milhões. O total de despesas gira em torno de R$ 126.261.557,00.

O objetivo é gerar um superávit operacional bruto mínimo de R$ 103 milhões. O orçamento foi elaborado em cima da atual fase do Botafogo. Havendo a transformação em clube-empresa, um novo modelo poderá ser realizado.

Banner da loja do FogãoNET para faixa japonesa

Alguns aspectos do plano de metas do Botafogo:

– Reduzir em 2020 as despesas financeiras para R$ 19 milhões

– Gerar em 2020 de receitas de R$ 4 milhões com projetos incentivados para o CT

– As receitas e despesas da Vice-Presidência de Futebol (Profissional) estão prevendo a participação nos seguintes campeonatos: Campeonato Brasileiro, com expectativa de alcançar no mínimo o 6º lugar; Campeonato Carioca com a expectativa de chegar até a última fase; Copa do Brasil, com expectativa de alcançar, no mínimo, as oitavas de final.

– R$ 62,4 milhões com venda de jogadores

– Aproximadamente R$ 9 milhões, cerca de 700 mil por mês com sócio-torcedor

– Cerca de R$ 18 milhões com receitas de publicidade/patrocínio

Fonte: Super Rádio Tupi