Jefferson não merecia a derrota em seu retorno. Após quase 14 meses sem atuar, o goleiro do Botafogo defendeu bolas difíceis e um pênalti de Rafael Moura, e o Glorioso arrancou um empate nos acréscimos em 1 a 1 com o Atlético-MG, neste domingo no Estádio Nilton Santos. Roger fez o gol do Botafogo, aos 48 minutos da etapa final, no rebote do próprio pênalti defendido por Victor.

De volta após quase um ano e dois meses, o goleiro Jefferson começou sendo testado e teve de fazer duas boas defesas. Porém, na terceira, não teve o que fazer. Marlone recebeu na intermediária, limpou e chutou, o zagueiro Emerson Silva meteu a cabeça na bola e tirou qualquer chance de defesa: 1 a 0 para o Atlético-MG.

O Botafogo teve de sair mais para o jogo, mas não conseguiu fazer grandes coisas. O principal lance ofensivo do primeiro tempo foi numa bela bicicleta de Rodrigo Pimpão, que Victor defendeu bonito, já aos 43 minutos. Muito pouco para um time que buscava a virada para voltar a vencer no Campeonato Brasileiro.

Jefferson, do Botafogo, defende a cobrança de Rafael Moura (FOTO: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)

Jefferson defendeu pênalti cobrado por Rafael Moura (FOTO: Vitor Silva/SSPress/BFR)

O segundo tempo já começou para o Botafogo com um pênalti contra. O árbitro Wilton Sampaio marcou mão de Emerson Silva dentro da área. Sorte que temos Jefferson. O ídolo e capitão do Glorioso voou no canto esquerdo e defendeu a cobrança de Rafael Moura. A torcida comemorou como um gol. Jefferson faria outra bela defesa aos 9, em contra-ataque que terminou com o perigoso chute de Yago.

Depois do início ruim no segundo tempo, o Botafogo partiu para cima do Atlético-MG, mas sem nenhuma criatividade no meio-de-campo. Nem as entradas de Camilo e Guilherme surtiram efeito. O Glorioso tentou na base dos chuveirinhos, mas a grande maioria dos cruzamentos que saíram dos pés de Arnaldo e Victor Luis não deram em nada.

Roger marcou o gol de empate nos acréscimos (FOTO: Vitor Silva/SSPress/BFR)

O Atlético-MG continuou perigoso nos contra-ataques. Aos 46, Robinho saiu na cara, mas Jefferson fez uma defesa espetacular. Para premiar a atuação do goleiro/ídolo/capitão do Botafogo, o Glorioso conseguiu o empate no lance seguinte. Marcos Vinicius foi derrubado por Matheus Mancini dentro da área. Roger cobrou o pênalti, Victor defendeu, mas no rebote o próprio camisa 9 botou para dentro: um empate para pôr fim à sequência de duas derrotas seguidas no Brasileiro.

O que vem pela frente?

Em 10º lugar no Campeonato Brasileiro, com 16 pontos, o Botafogo volta a campo na quarta-feira para o clássico contra o Fluminense, às 21h, no Maracanã.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 1 X 1 ATLÉTICO-MG

Local: Estádio Nilton Santos
Data-Hora: 09/07/2017 – 19h
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Fifa/GO)
Auxiliares: Bruno Raphael Pires (Fifa/GO) e Leone Carvalho Rocha (GO)
Renda e público: R$ 214.995,00 / 8.443 pagantes / 9.630 presentes
Cartões amarelos: Carli (BOT); Rafael Carioca, Matheus Mancini e Fábio Santos (ATL)
Cartões vermelhos:
Gols: Marlone 22’/1ºT (0-1) e Roger 48’/2ºT (1-1)

BOTAFOGO: Jefferson; Arnaldo, Carli, Emerson Silva e Victor Luis; Bruno Silva, Rodrigo Lindoso (Marcos Vinicius 33’/2ºT), Matheus Fernandes (Camilo – Intervalo) e João Paulo; Rodrigo Pimpão (Guilherme 10’/2ºT) e Roger – Técnico: Jair Ventura.

ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha, Bremer, Matheus Mancini e Fábio Santos; Rafael Carioca, Yago (Adilson 28’/2ºT), Elias e Marlone (Cazares 24’/2ºT); Robinho e Rafael Moura (Fred 19’/2ºT) – Técnico: Roger Machado.

Fonte: Redação FogãoNET