O atacante Rony está perto de ser oficializado como reforço do Botafogo. Depois de o empresário afirmar, no último domingo (07), que não negociaria mais com o clube carioca, as partes se reuniram e chegaram a um acordo na manhã desta segunda (08). A diretoria alvinegra aumentou a oferta salarial e conseguiu concretizar o negócio. O atleta é esperado no Rio de Janeiro para realizar os exames médicos.

Rony chega envolvido na saída de Bruno Silva. O Botafogo vendeu 40% dos direitos econômicos do volante ao Cruzeiro por R$ 4 milhões e ainda recebeu o atacante, que vai assinar por duas temporadas. O Esporte Interativo apurou que o atleta receberá cerca de R$ 160 mil por mês no primeiro ano no Rio de Janeiro.

A prioridade sempre foi do Botafogo, mas o negócio esteve perto de melar. O agente firmou acordo com Antônio Lopes, que foi demitido e deu lugar a Anderson Barros. O novo gerente de futebol do Alvinegro tentou concretizar a transação com uma oferta salarial menor da combinada no início das conversas, o que desagradou o representante do jogador. Tudo foi resolvido nesta segunda-feira (08), após aumento na oferta, conforme revelou o empresário.

“Fechado com o Botafogo. O clube fez as alterações necessárias em relação ao salário”, disse em rápido contato por telefone.

Um fato importante para o Botafogo aceitar a exigência do jogador foi a entrada do Vasco no negócio. O clube cruz-maltino não chegou a apresentar uma proposta oficial, mas sondou a situação e deixou o Alvinegro pressionado a agilizar o acerto.

Fonte: Esporte Interativo