O Botafogo sofreu nesta quarta-feira nova derrota no caso Willian Arão. A Justiça considerou nula a cláusula de renovação automática sobre a qual o clube se apoiava para tentar manter o vínculo com o jogador.

Com isso, o volante pode continuar a defender o Flamengo. O Alvinegro irá recorrer da decisão.

– A decisão da magistrada é lamentável e totalmente equivocada. A repartição valia por um ano, e não só até maio de 2015. Vamos recorrer, e a palavra final só será dada em Brasilia, no Tribunal Superior do Trabalho – afirmou o vice-presidente jurídico, Domingos Fleury.

Por outro lado, a diretoria comemora o fato de o imóvel na Rua Santa Luzia, no Centro, não ter sido arrematado nesta quarta, quando esteve em leilão por R$ 3,5 milhões, metade do seu valor.

– Fortalece a possibilidade de um acordo e a manutenção do patrimônio — explica Fleury.

Fonte: Extra Online