Zé Ricardo e Dorival Júnior fazem hoje, às 19h, no Nilton Santos, um duelo que, além de ser determinante tanto para o Botafogo quanto para o Flamengo no Brasileiro, pode ser decisivo para a permanência dos treinadores na próxima temporada. Só a vitória interessa às duas equipes. Se não conquistar os três pontos, o Rubro-Negro praticamente dá adeus ao sonho do hepta, enquanto o Alvinegro pode ficar coladinho na zona de rebaixamento.

Com contrato até o fim do ano, Dorival terá apenas mais seis jogos para provar que merece a confiança da nova diretoria que será eleita em dezembro para iniciar 2019 à frente do Flamengo, de preferência com a conquista do título brasileiro. Depois de um início promissor, com três vitórias em quatro jogos, o time emendou dois empates consecutivos, mas permanece invicto sob seu comando.

O Botafogo deu a Zé Ricardo a missão de escapar da degola, mas ainda não conseguiu se afastar do Z-4. Seu vínculo com o clube vai até abril do ano que vem, mas uma queda para a Segunda Divisão pode ocasionar sua saída precoce. Na 14ª colocação, com 38 pontos, o time está a quatro do Vitória, primeiro na zona de rebaixamento, e tem 17% de risco de queda, segundo o matemático Tristão Garcia.

O treinador botafoguense ainda precisa quebrar uma escrita contra o adversário de hoje, no qual deu seus primeiros passos como técnico, em 2016. Desde que deixou o Flamengo, Zé Ricardo só empatou quando reencontrou o clube. Dois confrontos terminaram sem gols, enquanto o outro ficou no 1 a 1, todos no comando do Vasco. Desta vez, o empate não interessa a nenhuma das equipes e pode ser crucial para as pretensões de cada uma no Brasileiro.

EMBALO NA RETA FINAL

Depois de ganhar por 1 a 0 do Corinthians na rodada passada, o Botafogo busca emendar o segundo o triunfo consecutivo diante de seu maior rival, algo raro nesta temporada. No Brasileiro, o Glorioso só foi capaz de fazê-lo uma vez, quando bateu por 1 a 0 o América-MG, na 25ª rodada, e por 4 a 3 o Vitória, na jogo seguinte, em Salvador.

Já o Flamengo tenta reencontrar o caminho da vitória depois de empates com o líder Palmeiras (1 a 1) e o São Paulo (2 a 2), que o fizeram cair para a terceira colocação. Agora, com 60 pontos, seis a menos do que o líder Palmeiras e com apenas 5% de chances de título, ainda precisa secar o Verdão e o Internacional, segundo colocado, com 61 pontos, além de vencer os seus jogos para não passar 2018 em branco.

Fonte: O Dia Online