O Botafogo continua se movimentando no mercado da bola para 2017. Depois de Roger, o site globoesporte.com noticiou que a diretoria Alvinegra acertou bases salariais e tempo de contrato com o meia João Paulo, do Santa Cruz. Com o rebaixamento matemático da equipe Pernambucana, as conversas evoluíram muito e o meia fechou por 3 anos com o clube de General Severiano, faltando apenas o acerto referente ao valor da negociação entre Botafogo e Santa Cruz. A multa rescisória é de € 3 milhões (cerca de R$ 11 milhões), porém o Botafogo busca diminuir e pretende adquirir apenas parte dos direitos do jogador, fazendo com que o Santa Cruz, tenha um percentual em caso de futura venda.

– As conversas estão adiantadas, evoluíram mais do que na última semana. Está encaminhado, mas ainda não concretizamos. Ficamos de conversar mais no final de semana, na segunda-feira devo ir ao Rio. Como é uma situação de compra, tem alguns detalhes a serem acertados entre os clubes. A multa é um valor alto, é o que está pegando um pouco – confirmou o empresário do meia, Christian Mânica

O empresário do meio de 25 anos um dos destaques do Santa Cruz no Campeonato, ainda informou que o jogador recebeu sondagens de clubes do Brasil e da Espanha, entre eles Corinthians e Bétis.

– Houve o interesse de outros clubes, o (Deportivo) La Coruña e o próprio (Real) Bétis. Mas foram só sondagens, ainda nada concreto. Como a gente chegou a um acerto salarial e tempo de contrato, não teria porque ficar conversando com outros clubes.

Em janeiro, o Santa Cruz desembolsou R$ 1 milhão para comprar o jogador do Internacional e firmou contrato de 2 anos. João Paulo ainda teve passagens por Goiás e Atlético-GO antes de chegar ao Santa Cruz, onde vive seu melhor momento como profissional. No último jogo entre as equipes, João Paulo acertou a trave de Sidão, em cobrança de falta nos minutos finais. O jogador tem como um dos seus principais fundamentos, as bolas paradas.

Fonte: Torcedores.com e Globoesporte.com