Botafogo e Macaé se enfrentam neste sábado, às 16h, em Moça Bonita, pela 11ª rodada do Campeonato Carioca. Como parte do planejamento, o Alvinegro utilizará a equipe reserva, já que os titulares estão bastante desgastados pro conta do empate por 1 a 1 com o União Española, no Chile, pela Libertadores, na última quarta.

Isso, no entanto, não quer dizer que o Botafogo não dá a devida importância ao estadual. O Fluminense, por exemplo, entende bem do assunto já que foi atropelado pelos reservas alvinegros no último domingo: vitória incontestável por 3 a 0 no Maracanã. E justamente por esse motivo, todos em General Severiano estão motivados para a próxima partida.

E a última apresentação dos reservas é justamente o espelho para que os jogadores repitam de agora em diante.  O técnico do Botafogo, Eduardo Hungaro, sabe que o nível em que o time se apresentou diante do Fluminense não será repetido sempre, mas esse é justamente o desafio de sua equipe.

“O ultimo jogo deles [reservas] foi excelente, todos elogiaram. Vencemos também o Bonsucesso, dentro do que é possível jogar em Bangu às 16h. As características dessa equipe são diferentes, mas está subindo de produção e que teve ótimo rendimento. Espero repetir esse desempenho que tivemos contra o Fluminense”, disse Hungaro.

Destaque do Macaé jogará na China

E a situação do Macaé para a partida deste sábado não será nada fácil. O time está com apenas 9 pontos na competição e ainda por cima perdeu um de seus principais destaques. Waldir deixou a equipe e defenderá um time da segunda divisão da China.

Para piorar, o time Alvianil vem de um péssimo resultado para o Bonsucesso, que conseguiu sua primeira vitória na competição. Em meio à luta contra o rebaixamento, o Macaé terá que se desdobrar diante de um motivado Botafogo.

BOTAFOGO X MACAÉ

Data e horário: 01/03/2014 (sábado), às 16h (horário de Brasília)
Local: Moça Bonita, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Rodrigo Carvalhaes de Miranda
Auxiliares: Francisco Pereira de Sousa e Lilian da Silva Fernandes Bruno

BOTAFOGO
Helton Leite; Lucas, Dankler, André Bahia e Júnior César; Airton, Bolatti, Renato, Daniel e Gegê; Henrique
Técnico: Eduardo Hungaro

MACAÉ
Fernando; Cleber Carioca, Filipe Machado e Leonardo; Daniel, Gedeil, Digão, Bruno Alves e Ernani; Leozinho e Marquinho
Técnico: Josué Teixeira

Fonte: UOL