A maratona de jogos do Botafogo nas próximas semanas ficou completa na quinta-feira, com a divulgação dos confrontos das oitavas de final da Copa do Brasil. O Alvinegro enfrenta o Sport, de Pernambuco, na próxima quarta-feira e no dia 31 de maio — com a primeira partida no Engenhão, e a segunda, em Recife. A agenda, que já era complicada, ficou ainda pior: se o time avançar à final do Estadual, fará 11 jogos em apenas 40 dias, por quatro competições diferentes — Estadual, Libertadores, Copa do Brasil e Brasileiro.

O dia de hoje é um exemplo da rotina pesada da equipe: o time chega ao Rio no início da manhã, vindo do Equador, onde empatou com o Barcelona de Guayaquil pela Libertadores, na quinta-feira, e, no meio da tarde, já treina no Engenhão. A atividade foi marcada para a véspera do clássico com o Flamengo, pela semifinal do Estadual, porque, caso contrário, os alvinegros não teriam um treino sequer entre o jogo no Equador e o de amanhã. Ontem, ainda no Equador, nenhum jogador treinou com bola. Os que atuaram contra o Barcelona fizeram um trabalho regenerativo, e os demais se exercitaram na academia.

A tendência é que dias como esse se repitam. Um atenuante é que, dos 11 próximos jogos, oito serão no Rio. Os outros três acontecerão em Porto Alegre, Buenos Aires e Recife. Alguns dos intervalos serão curtos — se chegar à final do Estadual, por exemplo, o primeiro jogo será apenas dois dias antes de o Alvinegro encarar o Barcelona de Guayaquil novamente, pela Libertadores, desta vez no Engenhão.

Fonte: Extra Online