Em jogo que pode decretar seu rebaixamento, o Botafogo visita a Chapecoense em duelo direto contra a degola às 19h30 deste domingo, na Arena Condá, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. Uma derrota pode tirar as chances matemáticas do Alvinegro de permanecer na primeira divisão, que já são remotas.

O Botafogo tem que ao menos empatar com a Chapecoense neste domingo para impedir qualquer possibilidade de um rebaixamento precoce nesta rodada. O Alvinegro tem 33 pontos, cinco a menos que o Vitória, a primeira equipe fora da zona da degola. Ou seja, nem mesmo uma vitória em Santa Catarina tirará o time carioca do cenário grave em que se encontra no momento.

O Botafogo saberá da possibilidade de cair antes mesmo de entrar em campo. Caso o Vitória não bata o Figueirense no Orlando Scarpelli às 17h, o Alvinegro ganhará sobrevida na Série A. Uma vitória baiana, no entanto, deixa o Alvinegro em risco caso perca para a Chapecoense.  Se os dois resultados acontecerem, os cariocas só não caem se Palmeiras e Coritiba ficarem num empate no Couto Pereira, às 19h30.

“Chance ainda existe. Temos como somar nove pontos, embora tenha ficado difícil, não podemos jogar a toalha”, analisou o técnico Vagner Mancini após a derrota para o Figueirense na última quarta-feira.

“Temos que lutar muito. O mais importante é falar a verdade para os atletas, e não vou fugir disso. Temos que tocar o atleta como um ser humano e que tem caráter. Agora, não podemos mudar a postura”, decretou.

A missão é complicada e o clima no Botafogo não é dos melhores. Após a derrota por 1 a 0 para o Figueirense em São Januário na última quarta, o técnico Vagner Mancini e o atacante Jobson discutiram no vestiário por causa do pênalti perdido pelo atleta. O jogador, no entanto, vai para o jogo decisivo com a Chapecoense.

Se no Botafogo o cenário é de pessimismo, na Chapecoense o clima é de animação. A equipe deixou a zona de rebaixamento na última rodada após golear por 4 a 1 o Fluminense em pleno Maracanã. Agora, os catarinenses querem outra vitória para se aproximarem ainda mais da permanência na Série A.

Mesmo com a empolgação, o técnico Celso Rodrigues lembrou que a equipe precisa manter sua característica de forte marcação se quiser sair vitoriosa neste domingo contra o Botafogo.

“A gente não podia abrir mão da marcação porque essa é a essência da Chapecoense. Durante a semana muitos jogadores estavam com a autoestima baixa [antes da vitória sobre o Fluminense] e tivemos uma conversa que valorizamos a qualidade do grupo. Precisamos lembrar que esse será o jogo das nossas vidas”, disse Celso ao Diário Catarinense.

CHAPECOENSE x BOTAFOGO

Data: 23/11/2014 (domingo)
Horário: 19h30 (de Brasília)
Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Auxiliares: Rafael da Silva Alves (RS) e Marcelo Bertanha Barison (RS)

CHAPECOENSE
Danilo; Fabiano, Rafael Lima, Douglas Grolli e Rodrigo Biro; Wanderson, Bruno Silva, Diones e Camilo; Tiago Luis e Leandro
Técnico: Celso Rodrigues

BOTAFOGO
Jefferson, Régis, Dankler, André Bahia e Junior Cesar; Marcelo Mattos, Gabriel, Bolatti e Murilo; Jobson e Bruno Corrêa
Técnico: Vagner Mancini

Fonte: UOL