Jogadores comemoram o primeiro gol, marcado por Sassá (FOTO: Vitor Silva/SSPress)Jogadores comemoram o primeiro gol, marcado por Sassá (FOTO: Vitor Silva/SSPress)

Com gol-relâmpago de Sassá e outro de Neilton, o Botafogo derrotou o Santa Cruz por 2 a 1 neste domingo, em Juiz de Fora, e deixou a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Mesmo que o Sport vença o Palmeiras nesta segunda-feira, o Glorioso não poderá terminar a rodada no grupo dos quatro últimos, já que o Figueirense apenas empatou com o Atlético-MG, jogando em Florianópolis. O Fogão tem 15 pontos.

O Botafogo entrou com um esquema ofensivo, com três atacantes, e logo no primeiro minuto, após boa tabela de Camilo com Neilton, o atacante enfiou para Sassá tocar na saída do goleiro e abrir o placar. Aos 17, Camilo esticou bela bola para Neilton finalizar e ampliar o marcador. Porém, como nada pode ser tranquilo para o Alvinegro, o Santa Cruz diminuiu no segundo tempo com João Paulo, logo aos três minutos, e colocou pressão. Diogo Barbosa tirou um gol em cima da linha. E o Fogão conseguiu segurar a vitória.

O Glorioso volta a campo apenas no próximo sábado para enfrentar o Coritiba, adversário direto na luta contra o rebaixamento, no Estádio Couto Pereira.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 2 X 1 SANTA CRUZ

Local: Estádio Municipal Jornalista Mário Helênio, em Juiz de Fora (MG)
Data: 3 de julho de 2016, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC)
Assistentes: Rodrigo Henrique Corrêa (Fifa-RJ) e Clovis Amaral da Silva (PE)
Renda e público: R$ 126.920,00 / 5.033 pagantes / 5.423 presentes
Cartões amarelos: Vítor, Marcílio e Leandrinho (SCR); Bruno Silva (BOT)
Gols: Sassá 1’/1ºT (1-0), Neilton 17’/1ºT (2-0) e João Paulo 3’/2ºT (2-1)

BOTAFOGO: Sidão; Luis Ricardo, Renan Fonseca, Emerson e Diogo Barbosa; Rodrigo Lindoso, Bruno Silva e Camilo (Fernandes); Neilton, Rodrigo Pimpão (Núñez) e Sassá (Luis Henrique) – Técnico: Ricardo Gomes.

SANTA CRUZ: Tiago Cardoso; Vítor (Arthur), Danny Morais, Walter Guimarães e Roberto; Uillian Correia, Marcílio, Léo Moura, Fernando Gabriel (Leandrinho) e João Paulo; Grafite (Keno) – Técnico: Milton Mendes.

Fonte: Redação FogãoNET