Dois jogos, duas vitórias no Estádio Nilton Santos e o Botafogo vai caminhando com tranquilidade sob o comando do técnico Eduardo Barroca. Após bater o Bahia no meio de semana, o Glorioso superou o Fortaleza pelo placar de 1 a 0 neste domingo e chegou aos seis pontos no Campeonato Brasileiro, dividindo a sexta posição com o Cruzeiro ao fim da rodada.

O primeiro tempo foi muito movimentado, com as duas equipes imprimindo velocidade ao jogo. O Fortaleza começou um pouco melhor, e Wellington Paulista acertou a trave de Gatito, de cabeça.

Depois, o Botafogo passou a ter a superioridade do jogo, apesar da falta de criatividade. Coube a Erik o protagonismo: ele teve duas ótimas finalizações, uma de cabeça e outra em jogada individual, que pararam no goleiro Felipe Alves.

O jogo caiu de ritmo no segundo tempo, com o jogo muito focado no meio-de-campo e sem espaços. Mas, numa jogada bem encaixada, o Botafogo conseguiu marcar: Diego Souza cruzou da direita, Erik cabeceou, Felipe Alves defendeu e Alex Santana conferiu no rebote, aos 25. A partir daí o Botafogo controlou bem o jogo e segurou a vitória.

Próximos jogos

Depois de conquistar seis pontos em seis possíveis em casa, o Botafogo vai jogar na próxima rodada novamente no Rio de Janeiro, mas na condição de visitante: enfrenta o Fluminense, sábado, às 16h, no Maracanã. Depois, visita o Goiás, no dia 19, no Serra Dourada.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 1 X 0 FORTALEZA

Estádio: Nilton Santos
Data-Hora: 5/5/2019 – 16h
Árbitro: Wagner Reway (Fifa/PB)
Assistentes: Alessandro Matos (Fifa/BA) e Fabricio Vilarinho (Fifa/GO)
VAR: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Renda e público: R$ 270.403,00 / 12.020 pagantes / 13.749 presentes
Cartões amarelos: Marcinho e Juninho (FOR)
Cartões vermelhos:
Gols: Alex Santana 25’/2ºT (1-0)

BOTAFOGO: Gatito Fernández; Fernando (Marcinho 13’/2ºT), Carli, Gabriel e Gilson; Gustavo Bochecha (Alex Santana 13’/2ºT), João Paulo e Cícero; Erik (Yuri 41’/2ºT), Diego Souza e Rodrigo Pimpão – Técnico: Eduardo Barroca.

FORTALEZA: Felipe Alves; Tinga, Quintero, Nathan e Carlinhos; Araruna (Dodô 30’/2ºT) e Juninho; Júnior Santos, Romarinho (Edinho 17’/2ºT), Wellington Paulista e Osvaldo (Marcinho 17’/2ºT) – Técnico: Rogério Ceni.

Fonte: Redação FogãoNET