Com uma atuação espetacular, principalmente no primeiro tempo, o Botafogo mostrou mais uma vez sua força e derrotou o Atlético Nacional, atual campeão da Copa Libertadores, por 2 a 0, nesta quinta-feira, em pleno Estádio Atanasio Girardot, em Medellín. O Glorioso quebrou um tabu de 44 anos sem vencer fora de casa pela principal competição sul-americana e segue 100% na fase de grupos, dividindo a ponta do Grupo 1 com o Barcelona-EQU, com 6 pontos.

Camilo comemora o primeiro gol da vitória sobre o Atlético Nacional em Medellín (FOTO: AFP)

O Botafogo não se assustou com o Atanasio Girardot lotado e o fato do Atlético Nacional ainda não ter perdido em casa na temporada. Muito sólido na defesa e com jogadores extremamente dedicados na marcação e em suas funções táticas, conseguiu neutralizar as investidas do time colombiano. Chegou à vitória com um bonito gol, aos 39 minutos do primeiro tempo: um dos melhores em campo, João Paulo cruzou e Camilo, de cabeça, marcou seu primeiro gol em 2017.

No segundo tempo, o Botafogo sofreu um pouco mais de pressão do Atlético Nacional, mas contou com a atuação impecável de seu sistema defensivo para segurar a histórica vitória. Nos acréscimos, Guilherme deu o golpe final, no contra-ataque. O Glorioso volta a campo no domingo para encarar o Vasco, com um time repleto de reservas, pela decisão da Taça Rio, no Estádio Nilton Santos. O próximo compromisso pela Libertadores será justamente contra o líder Barcelona-EQU, em Guayaquil, na quinta-feira, às 21h45 (horário de Brasília).

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO NACIONAL 0 X 2 BOTAFOGO

Local: Estádio Atanasio Girardot, em Medellín (COL)
Data-Hora: 13/04/2017 – 21h45
Árbitro: Ulises Mereles (PAR)
Assistentes: Rodney Aquino (PAR) e Carlos Cáceres (PAR)
Cartões amarelos: Macnelly Torres (NME); Gatito Fernández, Emerson Santos e Sassá (BOT)
Cartões vermelhos:
Gols: Camilo 38’/1ºT (0-1) e Guilherme 48’/2ºT (0-2)

ATLÉTICO NACIONAL: Armani; Bocanegra, Nájera (Dájome 26’/2ºT), Henríquez e Farid Díaz; Arias, Bernal (Ramírez – Intervalo) e Macnelly Torres; Dayro Moreno (Mosquera 39’/2ºT), Ibargüen e Ruiz – Técnico: Reinaldo Rueda

BOTAFOGO: Gatito Fernández; Emerson, Emerson Silva, Carli e Victor Luis; Bruno Silva, Rodrigo Lindoso, João Paulo e Camilo (Fernandes 21’/2ºT); Rodrigo Pimpão (Guilherme 5’/2ºT) e Roger (Sassá 29’/2ºT) – Técnico: Jair Ventura.

Fonte: Redação FogãoNET