O Botafogo fez o dever de casa e derrotou o Paraná Clube por um magro 1 a 0 nesta terça-feira, no Estádio Nilton Santos cheio, abrindo vantagem na terceira fase da Copa do Brasil. Ficou a impressão de que poderia ter sido mais, mas o Glorioso agora precisa apenas de um empate na volta, semana que vem, em Curitiba, para avançar.

Empurrado pela torcida, que compareceu em excelente número, o Botafogo adotou uma postura mais agressiva no primeiro tempo e conseguiu abrir o placar aos 11 minutos: Caio Alexandre fez a enfiada, Luiz Fernando foi carregando a bola pelo lado direito desde a intermediária e chutou cruzado, rasteiro, vencendo o goleiro Marcos e fazendo 1 a 0.

Apesar de cometer alguns vacilos na saída de bola, o Botafogo soube acelerar o jogo e teve mais chances de ampliar o marcador. Aos 33 minutos, Bruno Nazário soltou a bomba de muito longe e a bola explodiu no travessão. Depois, aos 37, numa ótima construção coletiva, Luiz Fernando cruzou da direita e Bruno Nazário, de cabeça, jogou para fora.

No segundo tempo o jogo ficou mais corrido e o Botafogo teve algumas oportunidades de contra-atacar, mas não conseguiu produzir boas oportunidades. O Paraná, por sua vez, tentou atacar mais, aproveitou o cansaço alvinegro no final, mas também não logrou êxito em construir grandes jogadas.

Próximos jogos

A partida de volta contra o Paraná Clube será já na próxima quarta-feira, na Vila Capanema, em Curitiba, às 19h15. Antes, o Botafogo tem pela frente o Bangu, domingo, às 16h, no Estádio Nilton Santos, pelo Campeonato Carioca, partida que deve marcar a estreia do japonês Keisuke Honda pelo Glorioso.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 1 X 0 PARANÁ

Estádio: Nilton Santos
Data-Hora: 10/3/2020 – 19h15
Árbitro: Daniel Nobre Bins (RS)
Assistentes: José Eduardo Calza (RS) e Jorge Eduardo Bernardi (RS)
Renda e público: R$ 450.244,00 / 20.459 pagantes / 22.833 presentes
Cartões amarelos: Marcelo Benevenuto (BOT); Andrey (PAR)
Cartões vermelhos:
Gols: Luiz Fernando 11’/1ºT (1-0)

BOTAFOGO: Gatito Fernández; Barrandeguy, Marcelo Benevenuto, Kanu e Danilo Barcelos (Guilherme Santos 27’/2°T); Caio Alexandre (Luiz Otávio 33’/2°T), Alex Santana (Cortez 21’/2°T) e Bruno Nazário; Luiz Fernando, Pedro Raul e Luis Henrique – Técnico: Paulo Autuori.

PARANÁ: Marcos; Paulo Henrique, Thales, Fabrício e Juninho; Carlos Dias, Kaio e Renan Bressan; Rafael Alemão (Robson 31’/2°T), Andrey (Rafael Furtado 40’/2ºT) e Thiago Alves (Gustavo Mosquito 20’/2°T) – Técnico: Allan Aal.

Fonte: Redação FogãoNET