Sem muito tempo para comemorar a classificação para as oitavas de final da Libertadores, o Botafogo volta a campo hoje no Estádio Nilton Santos. Embalado pelo momento positivo, o time de Jair Ventura tentará seus primeiros três pontos no Brasileiro contra a Ponte Preta, às 18h. Em comemoração ao mês das mães, cada sócio-torcedor pode emitir ingresso para cinco mulheres vestidas com a camisa do clube.

O confronto contra um time que não consta no rol dos maiores do país está distante de significar facilidade na partida. Vice-campeã paulista, a Ponte Preta passou por Santos e Palmeiras no Estadual. No Campeonato Brasileiro, estreou com uma convincente goleada por 4 a 0 sobre o Sport, em Campinas.

ARNALDO DEVE SER TITULAR

Embora o técnico Jair Ventura não tenha informado o time que entrará em campo hoje, o Botafogo terá força máxima, com eventuais baixas para evitar novas lesões, que têm sido frequentes na temporada. Fora do jogo contra o Atlético Nacional por suspensões, Marcelo e Aírton estão liberados e voltam ao time, mas só o volante deve ser titular. Após boa atuação na Libertadores, Igor Rabello é o favorito para estar ao lado de Carli na zaga.

Recém-contratado, o lateral-direito Arnaldo é outro que deve começar jogando. Aos 25 anos, o mineiro tem sua primeira chance em uma grande clube do país graças à boa participação no Campeonato Paulista pelo Ituano. A posição é um antigo problema do Botafogo, após as lesões de Luís Ricardo, que está próximo de seu retorno, Jonas e Marcinho. Neste ano, os zagueiros Marcelo e Emerson Santos já atuaram improvisados no setor.

— Não me vejo como a solução, vim para ajudar o Botafogo. Estão jogando o Marcelo e o Emerson improvisados. Eu vim para contribuir da melhor maneira possível — afirmou Arnaldo, que quer garantir seu espaço. — Cheguei aqui e não quero sair mais.

Na última quinta-feira, Roger quase marcou logo no começo do jogo, mas seu chute ficou na trave. Hoje, o atacante tenta balançar as redes contra seu ex-time. Em janeiro, ele afirmou que sua meta de gols na temporada era de 23, um a mais do que fez no ano passado por Ponte Preta e RB Brasil. Até agora, foram apenas cinco em 20 partidas, média de 0,25 por jogo. O último deles foi há quase dois meses, contra a Portuguesa, em 30 de março, pelo Estadual.

BOTAFOGO X PONTE PRETA

Botafogo: Gatito Fernández, Arnaldo (Emerson Santos), Carli, Igor Rabello (Marcelo) e Victor Luís; Aírton, Bruno Silva, João Paulo e Camilo; Pimpão (Guilherme) e Roger.

Ponte Preta: Aranha, Nino Paraíba, Marllon, Kadu e João Lucas; Fernando Bob, Elton, Jádson e Ravanelli; Lins e Lucca.

Juiz: Rafael Traci (PR).

Local: Engenhão.

Horário: 18h.

Transmissão: Première.

Fonte: O Globo Online