O Botafogo promete ir até as últimas consequências para buscar seus direitos no caso Willian Arão, que conseguiu se desvincular via Justiça em dezembro do ano passado, mesmo com o Alvinegro exercendo a cláusula de renovação automática. Em março, a juíza da 27ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro considerou nula a cláusula.

Porém, segundo o departamento jurídico alvinegro, o Botafogo já protocolou um recurso no Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro para o caso ser julgado em segunda instância, agora pelos desembargadores do tribunal.

O processo ainda está em fase de tramitação, e se a audiência não for marcada para julho, o julgamento ficará para só depois da Olimpíada. Isso porque o TRT-RJ não funcionará durante os Jogos da Rio 2016. Se perder mais uma vez, o Alvinegro ainda poderá recorrer em última instância no Tribunal Superior do Trabalho.

Fonte: Globoesporte.com