Após liberar dois jogadores de ataque, Alecsandro, para o Coritiba, e Rafael Marques, para o Cruzeiro, o Palmeiras deseja reforçar o setor ofensivo, e uma das opções é Sassá, que não vai ter o contrato renovado junto ao Botafogo.

Por conta do alto pedido salarial, além de problemas disciplinares, o Alvinegro optou por não estender o vínculo do jogador de 23 anos, revelado pelo próprio clube carioca. Apesar de ter feito uma boa temporada em 2016, na qual marcou 14 gols em 31 jogos, e ter balançado a rede seis vezes em 16 partidas neste ano, a diretoria botafoguense quer utilizar o atleta como moeda de troca.

Um dos alvos do Botafogo é o atacante Erik, do Palmeiras. Pouco aproveitado desde que foi contratado, no início do ano passado, o atacante, que tem vínculo até o fim de 2020, deve deixar o Verdão. Em 2017, o camisa 17 atuou apenas quatro vezes. ​Cuca já aceitou liberar o atleta, e o Vitória também tem interesse em tê-lo sem seu elenco.

Para contar com Sassá, o Palmeiras terá de superar a concorrência do Lokomotiv Moscou, da Rússia, além do Cruzeiro. A Raposa, detentora dos direitos econômicos de Neilton, dispensado do São Paulo recentemente, pretende envolvê-lo no negócio, uma vez que o atacante teve bom desempenho no Alvinegro Carioca em 2016.

Fonte: Esporte Interativo