O Botafogo estava prestes a encerrar um jejum de três jogos sem vencer, mas no final da partida sofreu o empate do Vitória. O placar final foi 1 a 1, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, na manhã deste domingo, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro.

O clube carioca tem cinco pontos e continua na lanterna do torneio. O que motivou vaias dos poucos pagantes: 1.203 – foi o pior público da atual edição do Campeonato Brasileiro, abaixo dos 1.318 expectadores de América-MG x Vitória.

Na semana que antecedeu o jogo, torcedores do Botafogo tinham invadido o centro de treinamento da equipe para cobrar resultados. Desde o triunfo por 2 a 1 sobre o Atlético-PR, em 25 de maio, que o time carioca não consegue vencer.

Já o Vitória, que derrotou os líderes Internacional e Corinthians na competição, mas tem dificuldades fora de Salvador, tem nove pontos e está na 11ª colocação.

O gol do Botafogo foi marcado por Sassá, aos 6 minutos do segundo tempo, após jogada iniciada em cobrança de escanteio de Gegê. Já o Vitória empatou aos 46, com Victor Ramos, aproveitando falha geral da defesa do time da casa, que não marcou o jogador.

A partida ficou marcada por um susto. O meio-campista Flávio, do Vitória, caiu desacordado no gramado logo aos 5 minutos de jogo. Ele levou uma joelhada na cabeça durante uma disputa de bola. Ainda teve um princípio de convulsão. Foi retirado de maca, mas acabou se recuperando. Queria jogar, mas foi substituído.

Na quarta-feira, o Botafogo receberá o América-MG pela oitava rodada. Na mesma data, o Vitória jogará com o São Paulo, no Morumbi.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO 1 X 1 VITÓRIA
CAMPEONATO BRASILEIRO 2016 – 7ª RODADA

Data: 12 de junho de 2016, domingo
Horário: 11 horas (de Brasília)
Local: Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ)
Público: 1.203 pagantes
Renda: R$ 28.340,00
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)
Assistentes: Celso Luiz da Silva (MG) e Sidmar dos Santos Meurer (MG)
Cartão amarelo: Airton e Anderson Aquino, do Botafogo; Marinho, do Vitória

Gols: Sassá (BOT), aos 6 minutos, e Victor Ramos, aos 46 min do 2º tempo

BOTAFOGO: Sidão; Luis Ricardo, Emerson Silva, Renan Fonseca e Diogo Barbosa; Airton (Fernandes), Bruno Silva, Leandrinho (Salgueiro) e Gegê; Ribamar (Sassá) e Anderson Aquino. Técnico: Ricardo Gomes

VITÓRIA: Fernando Miguel; Norberto, Victor Ramos, Ramon e Diego Renan; Amaral (Alípio), Willian Farias e Flávio (Thiago Real); Marinho, Dagoberto (Vander) e Kieza.Técnico: Vagner Mancini

Fonte: ESPN.com.br