No processo que ingressou na Fifa para receber o dinheiro pela venda do zagueiro Dória para o Olympique de Marselha, em 2014, o Botafogo também enviou ofícios à entidade para receber o valor dos direitos de formação do volante Fellipe Bastos e do atacante Caio Canedo.

Fellipe Bastos foi vendido pelo Vasco para o Al Ain, dos Emirados Árabes, enquanto Caio foi negociado pelo Internacional para o Al Wasl, também dos Emirados. O Botafogo espera receber cerca de US$ 350 mil (quase R$ 1,2 milhão) por cada transação, já que tem direito a 5% do valor da negociação por ter sido o clube formador.

Fonte: Globoesporte.com