O Botafogo deu um passo importante para a volta ao Ato Trabalhista, acordo que permite que o clube destine um valor fixo mensalmente para o pagamento de dívidas trabalhistas, sem sofrer com penhoras de receitas. Na primeira tentativa da gestão do presidente Carlos Eduardo Pereira, o Alvinegro chegou a um acordo em relação aos valores e se aproxima do acerto final.

Em entrevista exclusiva para a TV do Fogão, o presidente Carlos Eduardo Pereira explicou o andamento das negociações.

– Hoje tivemos mais uma reunião no Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro e, junto com a equipe da contadoria do Tribunal, chegamos ao fechamento de números que foram considerados compatíveis com o orçamento do Botafogo e com o interesse do Tribunal – explicou o presidente.

Confiante na volta do clube ao Ato Trabalhista, Carlos Eduardo Pereira lembrou o sacrifício que será feito pelo Botafogo para voltar a arcar com seus compromissos, mas ressaltou o avanço no ponto crucial para uma melhora nas finanças do Alvinegro.

– A contadoria encaminhará para a juíza centralizadora essa proposta e, estando de acordo, ela encaminhará para a presidência do Tribunal Regional do Trabalho para a homologação. Temos muita confiança na proposta que o Botafogo fez, uma proposta de muito esforço e sacrifício, mas também com certeza que, sendo essa proposta aceita, será um marco muito importante para a recuperação da credibilidade e do funcionamento normal do Botafogo – disse.

Fonte: Site oficial do Botafogo