Botafogo e Gustavo Canales já acertaram tudo para a rescisão de contrato. Sem espaço no elenco, o chileno irá receber salários apenas até julho, e em troca abriu mão da remuneração dos últimos cinco meses de contrato, além de encargos trabalhistas, para ser liberado imediatamente.

A diretoria do Botafogo acredita, assim, que vai economizar cerca de R$ 2,4 milhões com a rescisão do contrato, entre salários restantes e encargos. Canales tem o terceiro maior salário do clube, atrás apenas de Jefferson e de Montillo.

Fonte: Globoesporte.com