Com dois gols do (já podemos dizer outrora?) contestado Roger e um golaço de Victor Luis, o Botafogo fez um jogo muito seguro e derrotou o Vasco da Gama por 3 a 1 nesta quarta-feira, no Estádio Nilton Santos, chegando à segunda vitória consecutiva no Campeonato Brasileiro e quebrando um jejum de quase quatro anos sem vitórias sobre o adversário. Com o triunfo, o Fogão se aproximou ainda mais dos primeiros colocados na tabela e mostrou a força de quem pode sim brigar em todas as competições.

Com a mesma formação que iniciou o jogo contra a Chapecoense e com estrelas como Jefferson, Camilo e Montillo no banco, o Botafogo foi preciso nas vezes em que chegou na frente. Logo aos quatro minutos, Bruno Silva cruzou de esquerda de forma precisa e Roger abriu o placar, de cabeça. Depois do primeiro gol, o Botafogo caiu um pouco de produção, mas não chegou a sofrer maiores sustos.

Roger comemora o primeiro gol com o técnico Jair Ventura na vitória sobre o Vasco pelo Campeonato BrasileiroRoger foi o nome do clássico com dois gols (FOTO: Satiro Sodré/SSPress/BFR)

No último lance do primeiro tempo, o Botafogo chegou ao segundo gol que daria uma maior tranquilidade. Em cobrança de falta ensaiada, Victor Luis soltou a bomba, marcou um golaço e vibrou muito com a torcida e com os companheiros.

Com a boa vantagem, o Botafogo continuou controlando bem o jogo. Fora a bola no travessão de Gilberto, aos oito minutos, o Vasco não fez muita coisa. E o Glorioso, quando chegava, não desperdiçava. Após bola alçada na área, a zaga afastou mal e Roger pegou bonito para fazer o segundo dele e o terceiro do Botafogo na partida: 3 a 0.

No fim do jogo, após falta cometida por Luis Fabiano que o árbitro fingiu não ver, o Vasco diminuiu, com Caio Monteiro. Após duas vitórias seguidas, o Botafogo tentará a trinca na próxima segunda-feira, novamente no Estádio Nilton Santos, contra o lanterna Avaí, às 20h.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 3 X 1 VASCO

Local: Estádio Nilton Santos
Data-Hora: 21/06/2017 – 21h
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Mauricio Coelho Silva Penna (RS)
Renda e público: R$ 363.610,00 / 13.287 pagantes / 15.048 presentes
Cartões amarelos: Victor Luis, Dudu Cearense, Carli, Roger e João Paulo (BOT)
Cartões vermelhos:
Gols: Roger 4’/1ºT (1-0), Victor Luis 49’/1ºT (2-0), Roger 15’/2ºT (3-0) e Caio Monteiro 38’/2ºT (3-1)

BOTAFOGO: Gatito Fernández; Arnaldo, Igor Rabello, Carli e Victor Luis; Bruno Silva (Guilherme 30’/2ºT), Rodrigo Lindoso (Montillo 18’/2ºT), Matheus Fernandes (Dudu Cearense 26’/2ºT) e João Paulo; Rodrigo Pimpão e Roger – Técnico: Jair Ventura.

VASCO: Martín Silva; Gilberto, Breno, Paulão e Henrique (Madson 12’/2ºT); Jean, Douglas, Yago Pikachu (Paulo Vitor – Intervalo), Mateus Vital (Caio Monteiro 27’/2ºT) e Nenê; Luis Fabiano – Técnico: Milton Mendes.

Fonte: Redação FogãoNET