Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Carioca

25/04/21 às 18:00 - Nilton Santos

Escudo Botafogo
BOT

X

Escudo Macaé
MAC

Carioca

17/04/21 às 16:00 - Maracanã

Escudo Fluminense
FLU

1

X

0

Escudo Botafogo
BOT

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC
ABC

1

X

1

Escudo Botafogo
BOT

FOGÃO VENCE GOIÁS NO MARACA E FICA FORA DA ZONA DE REBAIXAMENTO

0 comentários

Compartilhe

Numa noite em que Emerson perdeu um pênalti e Bolívar foi o herói da vitória, o Botafogo interrompeu uma sequência de cinco jogos sem vencer e derrotou o Goiás por 1 a 0, nesta quinta-feira, no Maracanã. Foi a primeira vitória alvinegra no segundo turno do Brasileiro. O resultado livrou o time da zona de rebaixamento e deu esperança para o próximo jogo em casa, domingo, contra o Grêmio. Os ingressos começam a ser vendidos nesta sexta e o mais barato custa R$ 30. A última vez que o alvinegro havia vencido um jogo foi há quase um mês, contra o Santos.

Os poucos torcedores que foram ao Maracanã não mereciam um primeiro tempo como o de ontem. As duas equipes não tiveram a capacidade de produzir absolutamente nenhuma jogada de perigo para o gol adversário. Para não ser tão radical, o Botafogo até que teve uma chance, apenas uma. Foi aos 37 minutos, quando Wallyson, da linha de fundo, tocou rasteiro e André Bahia desviou para gol. Atento, o goleiro Renan defendeu em dois tempo. Muito pouco para um time que luta para não cair.

EMERSON PERDE PÊNALTI

Na volta do intervalo, o ritmo da partida continuou o mesmo no início . Apreensiva, a torcida mostrou irritação com o atacante Wallyson. Mas a verdade é que o time inteiro esteve burocrático. Seu companheiro de ataque, Emerson, só foi notado ao cavar um pênalti, aos oito minutos.

Para piorar a situação, Emerson perdeu o pênalti sofrido justamente por Wallyson, em uma jogada de linha de fundo, aos 11, na qual foi derrubado por Thiago Mendes. Emerson bateu e Renan acertou o canto esquerdo e defendeu, aos 12.

Antes que o desespero começasse a tomar conta, o Botafogo abriu o placar. Aos 16, Bolívar aproveitou a cobrança de escanteio de Wallyson e cabeceou para abrir o placar.

O gol, enfim, acordou o Botafogo, que poderia ter feito o segundo aos 25, quando Dankler chutou e Renan defendeu. Logo depois, Wallyson, vaiado no primeiro tempo, deu lugar a Carlos Alberto e saiu aplaudido de campo.

Aos 30 minutos, um susto: Wellington Júnior caiu dentro da área após disputar a bola com Bolívar e os jogadores do Goiás pediram pênalti. Leandro Vuaden mandou seguir.

JÓBSON FORA DO BANCO

Apesar de seu nome ter aparecido na relação entregue pelo Botafogo antes do jogo, a CBF recomendou, em uma ligação feita em cima da hora do apito inicial, que Jobson não fosse relacionado por ainda restarem pendências judiciais. Em maio deste ano, o jogador, que já teve problemas com drogas, teria se recusado a fazer exame antidoping quando atuava no Al-Ittihad, da Arábia Saudita, e foi suspenso por quatro anos pelo Comitê Antidoping daquele país.

BOTAFOGO 1 X 0 GOIÁS

Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)

Público/Renda: 5.986 pagantes / R$ 127.215,00

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS/Fifa)

Auxiliares: Marcelo Bertanha Barison e Jose Javel Silveira (RS)

Cartões amarelos: Bolivar (Botafogo); Moisés, Léo Veloso (Goiás)

GOLS: Bolivar, 16’/2T (1-0)

Botafogo: Jefferson, Dankler, Bolívar, André Bahia e Julio Cesar (Junior Cesar, 41’/2T); Airton, Gabriel, Ramírez e Zeballos (Fabiano, 33’/2T), Wallyson (Carlos Alberto, 26’/2T) e Emerson. Téc: Vagner Mancini.

Goiás: Renan; Moisés (Samuel, intervalo), Pedro Henrique, Felipe Macedo e Léo Veloso; Amaral, David, Thiago Mendes e Esquerdinha (Welinton Junior, 23’/2T); Ramon e Erik (Bruno Mineiro, 29’/2T). Téc: Ricardo Drubscky.

Comentários