Como se não bastasse a derrota de 3 a 2 para o Vitória nos minutos finais, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro, alguns torcedores do Botafogo tiveram outro motivo para frustração no último domingo (02). Isso porque uma parte da torcida encontrou problemas para entrar no Nilton Santos no início da partida. Alguns chegaram às arquibancadas durante o primeiro tempo e outros sequer conseguiram nem entrar no estádio por conta das longas filas para compra e troca de ingressos.

 

À reportagem do Esporte Interativo, alguns botafoguenses relataram o episódio no entorno do estádio. Um alvinegro reclamou da falta de divisão na fila para comprar e trocar e afirmou que os orientadores nas bilheterias não facilitaram a operação.

 

“O dia era para ser bacana, independentemente do resultado do jogo, muito mais pelo passeio com a família, que acabou não rolando. A organização do jogo me irritou absurdamente. Logo no início, uma enorme fila pra troca e compra de ingressos. Uma sacanagem. São 14 bilheterias no Setor Leste e essa bagunça. Será que não tinha como separar fila para compra e para troca? Aqueles orientadores de camisa amarela não ajudaram em nada também”, disse.

 

Este mesmo torcedor informou que chegou ao Nilton Santos às 14h40 e só conseguiu realizar a troca do ingresso às 16h15. Entretanto, mesmo assim, não entrou no estádio porque não conseguiu gratuidade para seus filhos. O episódio gerou revolta e promessa de cancelamento no plano de sócio-torcedor.

 

“Pesquisei a semana toda sobre gratuidade no Setor Leste Inferior e em nenhum lugar, até mesmo no site Sou Botafogo, eu não li que o Botafogo não disponibiliza gratuidade no setor. Me programei a semana toda, comprei ingresso antecipado pra minha esposa e contei com a gratuidade para os meus filhos. Além de me estressar com fila, na hora de entrar fui pego de surpresa com a informação que o Botafogo não libera gratuidade para o setor. Foi a gota d’água. Futebol está um negócio caro e desorganizado. Na época do Maracanã de cimento não tinha essa desorganização. Parece que quanto mais caro fica, mais desorganizado fica também. O cartão de sócio-torcedor eu já quebrei e vou tentar cancelar amanhã. Esse ano eu não volto mais”, completou.

 

Outros torcedores também responderam à reportagem do Esporte Interativo e reclamaram da situação.

 

“Um descaso o que aconteceu ontem nas bilheterias no Setor Leste. Entrei no intervalo. Foi um absurdo isso, vergonha, humilhação…”, escreveu um deles.

 

“1h30 na fila em um sol absurdo. Gente entrando aos 35 do primeiro tempo. Fila da Oeste estava na altura da descida do trem. Apenas 4 guichês abertos e 11 fechados”, relatou outro alvinegro.

 

Há uma hora do início da partida, um funcionário da empresa que organiza a venda de ingressos informou que o Setor Leste Inferior estava esgotado e que restavam poucos ingressos para o Setor Norte. No entanto, faltando 20 minutos para o início da partida, o estádio ainda se encontrava com muitos espaços.

Conforme divulgado ao fim da partida, 12.444 torcedores pagaram para assistir Vitória 3 a 2 Botafogo. O público presente foi de 14.780.

 

Procurada pelo Esporte Interativo, a diretoria do Botafogo informou que uma reunião seria realizada na manhã desta segunda-feira (02) para tentar entender os ocorridos nas bilheterias do estádio. Um comunicado com explicação dos fatos será publicado ainda hoje no site oficial do clube.

Fonte: Esporte Interativo