O pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) decidiu nesta quinta-feira absolver o volante Bruno Silva, do Botafogo. O jogador entrou com recurso após sofrer suspensão de três partidas pela comissão disciplinar do Tribunal. Bruno foi julgado por um lance na partida contra o Grêmio, na primeira rodada do Campeonato Brasileiro, em que ele chutou a bola contra o juiz Bráulio da Silva Machado e foi punido com cartão amarelo.

Depois, a Quinta Comissão Disciplinar do STJD o enquadrou no artigo 258, §2º, II do CBJD (que trata de desrespeito à equipe de arbitragem) e determinou suspensão por três jogos no Campeonato Brasileiro.O departamento jurídico do Botafogo, entretanto, conseguiu um efeito suspensivo com o argumento de que o início do cumprimento da pena antes do julgamento do recurso poderia causar prejuízo irreparável.

Desde então, esse efeito era o que permitia ao volante atuar no Brasileirão.O pleno também absolveu o volante em outro recurso feito pela Procuradoria do Tribunal, relativo à primeira partida contra o Sport, pela Copa do Brasil deste ano, em que ele foi expulso, mas julgado e absolvido pelo STJD no dia 15 de maio.

A decisão anterior do Tribunal foi mantida.Bruno Silva é um dos principais jogadores do Botafogo nesta temporada. Junto com o centroavante Roger, ele é o artilheiro do Alvinegro no Brasileiro até aqui, com quatro gols. Após a partida contra o Vasco, na última quarta-feira, vencida por 3 a 1 pelo Botafogo, o técnico Jair Ventura voltou a afirmar que convocaria Bruno Silva para a seleção.- Camisa 8 e a faixa – disse o técnico em entrevista coletiva.

Fonte: Extra Online