O Botafogo visita o Vitória nesta quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), no Estádio Barradão, em Salvador, em duelo válido pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. O Botafogo vem de empate por 2 a 2 com o Coritiba, em casa, e, com oito pontos, tenta encostar no primeiro pelotão da tabela de classificação. Situação melhor do que a do Vitória, que tem quatro pontos e figura na zona de rebaixamento.

Porém, o campeão baiano ganhou novo ânimo ao bater o Atlético-MG por 2 a 0 no fim de semana. Aliás, esse triunfo do Vitória ligou o sinal de alerta no Botafogo. O meia João Paulo chamou a atenção para a qualidade do time baiano, que, apesar de não estar em uma boa colocação no Brasileiro, exigirá cuidados e atenção do time carioca, que não vence há três jogos, somando dois empates e uma derrota.

“Não estamos levando em consideração a posição do Vitória na tabela de classificação e sim o fato de o time chegar em um momento de progresso e embalado por ter ganho o último jogo. Para nós é um problema maior, pois o adversário tem qualidade e vai nos criar dificuldades. Mas precisamos manter o bom nível de atenção e tentar deixar o nosso jogo fluir para que o resultado apareça”, disse.

O técnico Jair Ventura vem procurando orientar os jogadores a terem um ambiente de superação, uma vez que o time vem sofrendo com vários jogadores se recuperando de lesão ou ainda no departamento médico, como o goleiro Jéfferson, o lateral direito Luis Ricardo, o volante Aírton, os meias Camilo e Leandrinho e o atacante Guilherme.

“Nós sabemos que temos que ir a campo e dar o nosso máximo, pois o Botafogo tem sido superação desde o ano passado e queremos construir uma história muito bonita nesta temporada. Estamos conseguindo na Libertadores e na Copa do Brasil, mas também queremos fazer bonito neste Campeonato Brasileiro”, afirmou o atacante Rodrigo Pimpão.

Para este compromisso, o Botafogo poderá contar com o retorno do lateral esquerdo Víctor Luís, recuperado de uma entorse no joelho esquerdo. Assim, Gilson fica como opção no banco de reservas. O esquema com três volantes está mantido, assim, o meia argentino Walter Montillo segue como opção no banco de reservas.

Pelo lado do Vitória, o técnico Alexandre Gallo prega a filosofia do erro zero contra o Botafogo. O comandante exaltou as características do time carioca e, por isso, quer que sua equipe controle a partida.

“Vamos enfrentar um adversário muito perigoso, que sabe sair jogando nos contra-ataques e explorar as deficiências dos seus oponentes. Portanto, temos que valorizar muito a posse de bola e não dar oportunidades para eles decidirem”, analisou.

Em termos de escalação, Gallo não poderá contar com seu capitão, o volante Willian Farias, que foi advertido com o terceiro cartão amarelo contra o Atlético-MG. Filipe Soutto, recém-contratado e que já está regularizado no BID, é o substituto. Outro suspenso por acúmulo de cartões é o atacante reserva Paulinho.

FICHA TÉCNICA:
VITÓRIA X BOTAFOGO

Local: Estádio Barradão, em Salvador (BA)
Data: 14 de junho de 2017 (Quarta-feira)
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (Fifa-RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Elio Nepomuceno de Andrade Junior (RS)

VITÓRIA: Fernando Miguel, Leandro Salino, Fred, Kanu e Thallyson; Filipe Soutto, Uillian Correia e Gabriel Xavier; Neilton, David e Kieza. Técnico: Alexandre Gallo

BOTAFOGO: Gatito Fernández, Arnaldo, Joel Carli, Igor Rabello e Víctor Luís; Rodrigo Lindoso, Bruno Silva, Matheus Fernandes e João Paulo; Rodrigo Pimpão e Roger. Técnico: Jair Ventura

Fonte: Gazeta Esportiva