Usamos cookies para anúncios e para melhorar sua experiência. Ao continuar no site você concorda com a Política de Privacidade.

Jogos

Copa do Brasil

14/04/21 às 21:30 - Frasqueirão

Escudo ABC

ABC

X

Escudo Botafogo

BOT

Campeonato Carioca

10/04/21 às 21:05 - Raulino de Oliveira

Escudo Volta Redonda

VRE

X

Escudo Botafogo

BOT

Campeonato Carioca

04/04/21 às 17:00 - Giulite Coutinho

Escudo Botafogo

BOT

1

X

1

Escudo Portuguesa

POR

Promessa do Botafogo, Caio Alexandre revela dispensa do Fluminense e se emociona com o pai: ‘Achei que tudo ia acabar’

comentários

Compartilhe

Caio Alexandre se emociona com o pai ao lembrar dispensa do Fluminense e início no Botafogo
Reprodução/YouTube

Caio Alexandre desponta no futebol no Botafogo, mas a história poderia ser diferente. Em entrevista ao jornalista Leonardo Machado, no Papo com o Léo Careca nesta quinta-feira, o volante de 21 anos revelou que foi dispensado pelo Fluminense em 2014. A situação desnorteou o jovem, mas a volta por cima veio no mesmo ano.

Bolsas, mochilas e carteiras para torcedores do Botafogo na loja do FogãoNET/Estilo Piti

– Desde pequeno sempre fui muito levado, ficava com a minha avó, chegou uma hora que ela não aguentava mais ficar comigo, falou para o meu pai que eu precisava entrar em uma escolinha para ocupar meu tempo. O professor identificou um talento em mim, me levou para um teste no Vasco. Passei graças a Deus, aos 9 anos fui para o Fluminense, fiquei até os 15, mas fui dispensado. Foi uma das piores sensações que tive na vida. Achei que tudo ia acabar ali. Graças a Deus apareceu o Botafogo na mesma semana, fiz um teste, passei, fomos campeões no mesmo ano em cima do Fluminense e fiz uma grande partida. Satisfação muito grande. Estou no Botafogo até hoje e pretendo estar por muito tempo para dar alegrias à torcida – declarou Caio Alexandre, que não entendeu a dispensa.

– Eu era titular desde o pré-mirim, comecei o ano como titular, aí teve as férias de meio de ano. Até então estava no time. Chegou uma mensagem em um domingo, pedindo ao meu pai para ir lá em Xerém. Aí falaram que fui dispensado. Ele ficou sem chão. Mas nada é por acaso, graças a Deus trilhou esse caminho para mim e veio o Botafogo – complementou.

Emoção em surpresa com o pai

Durante a live, Caio Alexandre viu uma mensagem do pai em vídeo que o emocionou, chegando às lágrimas.

– Você é a coisa mais importante que Deus me deu, você e seu irmão. Sou muito feliz por tudo, pela pessoa que se tornou, pelo caráter que tem e pelo profissional que é. Tudo que tentamos ensinar você conseguiu abraçar. Te dou os parabéns por tudo que alcançou, mas falta muito. Outros objetivos serão alcançados porque trabalha em excelência, palavra que o (Eduardo) Barroca ensinou. Você deixou de lado muitas coisas desde os cinco anos em busca do seu sonho. Seu paizão vai estar aqui para tudo. Nós demos a estrutura familiar, mas o dom é seu. Foi você que foi lapidado pelos professores que teve. Aproveite, tem muita coisa para conquistar ainda. Não deixa nunca os obstáculos atrapalharem. Você é maravilhoso, filho exemplar, te amo, fica com Deus – afirmou.

– A coisa mais difícil que aconteceu nesses anos, me dói muito, foi quando recebi sua ligação me pedindo para comparecer em Xerém para uma reunião. Não era reunião nenhuma, era comunicação de dispensa (do Fluminense). Eu não sabia o que fazer, tive que recolher sua chuteira, caneleira e pertences. Não sabia como voltar para casa e te dar a notícia. Mas tenho certeza que aquele momento te fez ficar mais forte, entender que era o primeiro obstáculo apenas. Então valoriza tudo aquilo que tem conquistado, é difícil, mas é gostoso e prazeroso. Você não sabe a satisfação de ir para o estádio e te ver jogar – elogiou o pai.

Para retribuir à família e ao Botafogo

O volante agradeceu pelas palavras e prometeu honrar a camisa do Botafogo.

– Fico emocionado, meu pai e minha mãe são tudo para mim. Desde que quis esse sonho, meu pai sempre abdicou de muita coisa para me levar a treinos e jogos. Agradeço muito porque sempre acreditaram em mim e me defenderam. Me deram bronca quando precisava. Se sou profissional hoje, devo muito a eles, pela estrutura familiar que tive. Ainda vou dar muito orgulho ao meu pai, por tudo que fez por mim. Tem horas que falam até que eu treino demais, mas faz parte do meu sonho, quero crescer cada vez mais com a camisa do Botafogo – disse Caio.

– Tenho muita gratidão pelo clube que me abraçou no momento mais difícil. Sempre digo que vivo um sonho no Botafogo, quero conquistar títulos aqui. Vai ser muito gratificante desempenhar um bom papel para ser lembrado no futuro como um jogador que ficou marcado no clube – finalizou Caio Alexandre.

Confira a mensagem do pai de Caio Alexandre a partir de 17:33:

Fonte: Redação FogãoNET e Papo com Léo Careca

Comentários