Após Bruno Silva aparecer em um vídeo no Instagram dizendo que “estava chegando” ao Cruzeiro, o presidente do Botafogo, Carlos Eduardo Pereira, tratou de avisar que o Alvinegro não recebeu qualquer proposta pelo volante e que ele só sairá em caso de pagamento da multa rescisória, estipulada em R$ 8 milhões. Bruno Silva tem contrato até dezembro de 2018.

– Sobre estas notícias envolvendo o Cruzeiro e o Bruno Silva, gostaria de informar que, até o presente momento, o Botafogo não recebeu nenhuma proposta oficial de clube algum para contratação do referido jogador, que tem contrato até dezembro de de 2018. Portanto, acho que tanto o Cruzeiro quanto o jogador deveriam falar menos e agir mais, se quiserem evoluir em qualquer negociação. Entrevista e Twitter não levam a nada. Que tragam o dinheiro ou desistam – disse CEP ao Globoesporte.com.

Também neste domingo, em entrevista à Rede Minas após o vídeo vazar, o presidente do Cruzeiro, Wagner Pires de Sá, afirmou que já há um “noivado” e que o acordo com o Botafogo estaria próximo.

– Tivemos com a direção do Botafogo, e o Botafogo já tem feito e fez algumas parcerias com o Cruzeiro, tem o Sassá, o Marcos Vinícius, e outros. Estamos quase. Nós estamos noivando, vamos dizer assim. Pedindo a mão, esperando o pai deixar. Ele (Bruno Silva) quer voltar para Minas Gerais, e isso é muito importante. Então, acredito que será menos difícil (acertar a contratação) – disse o mandatário cruzeirense.

Fonte: Redação FogãoNET