A Chapecoense confirma que devolveu Marcos Vinícius ao Botafogo. O meia de 24 anos atuou apenas durante 14 minutos no clube catarinense, para o qual estava emprestado até o fim de 2019,

– Acertamos e ficou confortável para nós e para eles – afirmou o presidente da Chapecoense, Plinio David de Nes Filho, ao site “GloboEsporte.com”.

No acordo, a Chapecoense vai pagar parte dos salários de Marcos Vinícius até o fim da temporada.

O Botafogo pagou os salários até agosto e o clube catarinense pagaria o restante, antes do acordo. O meia tem contrato com o Alvinegro até junho de 2020.

Fonte: Globoesporte.com