O pedido da Fifa para que haja inversão de mandos nos jogos entre Corinthians e Botafogo desequilibrou a tabela do Campeonato Brasileiro e provocou reações opostas nos dois clubes envolvidos. Enquanto o Corinthians ficou insatisfeito, o Botafogo não se mostrou descontente com a mudança.

As duas equipes terão a tabela mais desequilibrada entre todos os times do torneio. Corinthians fará três jogos seguidos como mandante: contra Cruzeiro, no Canindé, Botafogo, na Arena Corinthians e Internacional, ainda sem local definido, em partida que acontecerá só após a Copa do Mundo. Por outro lado, no segundo turno, a equipe sairá de São Paulo para enfrentar os três adversários em um intervalo de 11 dias.

“Não é bom, nós deixaremos de fazer um jogo em casa no segundo turno, quando as coisas estarão mais afuniladas, mas foi um pedido da Fifa e o Corinthians não podia fazer muita coisa para mudar isso. Temos profissionais bons o suficiente para fazer com que a mudança da tabela não nos prejudique”, declarou Ronaldo Ximenes, diretor de futebol do Corinthians.

A decisão deve irritar também o treinador Mano Menezes, que já reclamou no início do campeonato que o Corinthians fez três dos seus quatro primeiros jogos no Brasileiro fora de casa.

O cenário é distinto para o Botafogo. Com a mudança da Fifa, a equipe jogará no primeiro turno três partidas fora do Rio de Janeiro: contra Palmeiras, em Presidente Prudente, Corinthians, na Arena Corinthians, e Sport, na Ilha do Retiro, jogo que também será disputado depois do Mundial. No entanto, terá a chance de arrancar na segunda metade do Brasileiro, quando receberá os mesmos três clubes no Maracanã.

O estádio é fator-chave na questão. No segundo turno, o Botafogo poderá encarar o Corinthians no Maracanã, o que não aconteceria caso o mando fosse no dia 1º de junho, pois o local já estaria entregue à Fifa para os preparativos visando à Copa do Mundo. Antes da alteração, clube analisava a possibilidade de mandar o jogo em Londrina (PR), a 820 km do Rio de Janeiro.

Informado na segunda-feira sobre a inversão de mando, o Alvinegro carioca aceitou a decisão prontamente, segundo sua assessoria de imprensa, por fatores que também incluem a boa relação com o Corinthians. Maior reforço do clube no ano e destaque da equipe no Campeonato Brasileiro, o atacante Emerson Sheik foi contratado recentemente junto ao time paulista, enquanto o meia uruguaio Lodeiro deve se transferir para o Parque São Jorge em breve.

A alteração servirá para que haja outro jogo-teste na Arena Corinthians antes da Copa do Mundo. Dessa vez, o estádio receberá carga completa de ingressos, com as arquibancadas móveis também liberadas para a torcida, assim como será no Mundial.

Inicialmente, o teste seria feito no jogo entre Corinthians e Cruzeiro, marcado para o dia 28, às 16h. Mas, a falta de capacidade do transporte público da cidade aguentar a quantidade de pessoas que se deslocaria para a partida, que ocorreria durante a tarde de um dia normal, com pessoas se deslocando para ir ou voltar do trabalho provocou a mudança de data.

Fonte: ESPN.com.br