Fluminense e Botafogo se enfrentam nesta quarta-feira, às 21h (de Brasília), no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ), em confronto válido pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. As duas equipes fazem campanhas muito semelhantes. O Tricolor, que vem de empate por 1 a 1 com o Bahia, soma 17 pontos, um a mais que o Botafogo, que também ficou no mesmo placar no fim de semana diante do Atlético-MG. O ganhador tem boas possibilidades de terminar a rodada no G-6, a zona de classificação para a Copa Libertadores.

As campanhas semelhantes, na visão dos treinadores, levam à expectativa de um confronto equilibrado.

“No meu entender vamos ter um duelo muito equilibrado, pois são dois times com resultados semelhantes no Campeonato Brasileiro, com jogadores de qualidade e com muita vontade deixar o gramado com os três pontos”, disse Jair Ventura, comandante do Botafogo.

Abel Braga, treinador do Fluminense, segue a linha de raciocínio.

“Nós sabemos que o Botafogo já tem um time armado e que vem fazendo uma grande temporada. É uma equipe experiente e o Fluminense também vem lutando cada vez mais para progredir e evoluir ao longo da temporada. Temos uma equipe jovem, mas determinada. Portanto, vamos a campo esperando um clássico que não vão fugir dos demais, ou seja, com muito equilíbrio e imprevisível”, disse Abel.

Os atletas tricolores acreditam que a melhor estratégia neste caso é pressionar desde cedo.

“O Fluminense tem por característica buscar a vitória e não vamos mudar isso por ser um clássico. Muito pelo contrário, temos que nos impor desde cedo justamente por conta da dificuldade do confronto”, disse o meia Gustavo Scarpa.

Já os botafoguenses pregam a concentração total para não saírem atrás no marcador, como aconteceu nos últimos três jogos no Campeonato Brasileiro. Em nenhum deles o time conseguiu a virada.

“O Botafogo vem de alguns resultados não esperados neste Campeonato Brasileiro, como as derrotas para o Avaí (2 a 0) e para o Corinthians (1 a 0), além do empate do fim de semana contra o Atlético Mineiro. Portanto, precisamos mudar essa situação, pois em comum, saímos atrás no marcador nos três jogos e em dois deles sequer conseguimos o empate. Contra uma equipe qualificada como é o Fluminense, isso seria ainda mais problemático. Temos que manter o nível de concentração bem no topo”, avisou o volante Bruno Silva, um dos líderes do elenco botafoguense.

Para este compromisso, o Fluminense não poderá contar com o atacante Henrique Dourado, suspenso por acúmulo de cartões amarelos. Sua vaga ficará com o jovem Pedro. Em compensação, o atacante Richarlison volta após ficar suspenso na Bahia, com Marquinhos Calazans, que vinha atuando no ataque, sendo improvisado na lateral esquerda. Pior para Mascarenhas, que ficará como opção no banco de reservas.

Pelo lado do Botafogo, Jair Ventura deverá manter a base que enfrentou o Atlético, mas só vai revelar a escalação minutos antes do confronto. Mal tecnicamente, o zagueiro Emerson Silva pode ser barrado por Marcelo ou Igor Rabello.

FICHA TÉCNICA:
FLUMINENSE-RJ X BOTAFOGO-RJ

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 12 de julho de 2017 (Quarta-feira)
Horário: 21h (de Brasília)
Árbitro: Wagner Reway (Fifa-MT)
Assistentes: Fabio Rodrigo Rubinho (MT) e Marcelo Grando (MT)

FLUMINENSE: Júlio César, Lucas, Henrique, Reginaldo e Mascarenhas; Jeferson Orejuela, Wendel e Gustavo Scarpa; Marquinhos Calazans, Wellington Silva (Richarlison) e Pedro. Técnico: Abel Braga

BOTAFOGO: Jefferson, Arnaldo, Joel Carli, Emerson Silva (Marcelo ou Igor Rabello) e Víctor Luís; Rodrigo Lindoso, Bruno Silva, Matheus Fernandes e João Paulo; Rodrigo Pimpão e Roger. Técnico: Jair Ventura

Fonte: ESPN.com.br