Marcelo Mattos tem contrato com o Botafogo até junho de 2016. Dessa forma, o volante deverá permanecer no clube na próxima temporada e disputar a Série B. O volante diz que a situação não é um demérito e deixa claro que está à disposição para encarar o desafio de recolocar o Alvinegro de volta à elite do futebol brasileiro em 2016.

“Vai ser um desafio, e eu gosto de desafios. Se o Botafogo tivesse sido campeão, teria que seguir sua vida para não ser atropelado. Não se pode ficar parado. Meu desafio é levar o Botafogo de volta à Primeira Divisão. Acho que não é demérito jogar a Série B. Estamos num grande clube, mas que passa por um momento difícil. Vamos ter pressão e dificuldades, só vence isso quem é forte e tem personalidade”, disse em coletiva.

E o volante disse que sua atitude é compartilhada pela maioria dos jogadores. Antes mesmo de encerrar a participação no Campeonato Brasileiro, os atletas do Alvinegro já pensam na próxima temporada. Marcelo Mattos revela o bate-papo que rola nos vestiários entre os companheiros.

“Muitos jogadores aqui estão com contrato terminando. Mas o que eu vejo nas conversas do dia a dia é alguns, do nada, soltam: “Se quiserem, eu fico no ano que vem.” É a vontade de dar a volta por cima, um obstáculo que é preciso passar. Quem ficar vai dar o seu melhor para o Botafogo voltar à Primeira Divisão. Basta querer e ter dentro de si a vontade de dar a volta por cima”, afirmou.

Antes da Série B, o Botafogo ainda precisa encerrar sua participação neste Brasileiro. O último jogo será neste domingo, contra o Atlético-MG, em Brasília. “Vamos fazer o nosso melhor, somos profissionais. Não vamos para brincar e nem para tomar goleada do Atlético. Vamos fazer nosso trabalho e terminar o campeonato com dignidade”, concluiu.

Fonte: UOL