O Botafogo muda o foco e deixa o Campeonato Carioca de lado para estrear na Copa do Brasil nesta terça-feira, às 21h30 (de Brasília), enfrentando o Coruripe no Estádio Gerson Amaral, em Coruripe (AL).

O Alvinegro, que no fim de semana empatou por 2 a 2 com o Flamengo, faz boa campanha no Estadual, onde aparece na zona de classificação para as semifinais. Já os anfitriões venceram o Murici por 1 a 0 na semana passada e estão na terceira posição do hexagonal decisivo do Campeonato Alagoano. Caso vença o Hulk, apelido do Coruripe, por dois ou mais gols de vantagem, o time carioca se classifica sem a necessidade do duelo de volta.

Ricardo Gomes, técnico do Botafogo, prefere manter a cautela em relação ao jogo desta terça-feira, pois lembrou que recentemente o Flamengo foi derrotado pelo Confiança por 1 a 0, em Sergipe, pela mesma competição.

“Eliminar o jogo da volta é sempre muito complicado, pois o adversário quer visibilidade e sabe que enfrentar o Botafogo é uma vitrine importante. Vale lembrar que o Flamengo recentemente tropeçou contra o Confiança e por isso acho muito precipitado falar em eliminar a volta. Temos que pensar em conquistar um bom resultado”, disse Gomes.

“O regulamento da Copa do Brasil beneficia as equipes que jogam em busca de gols e por isso mesmo temos que procurar o ataque em Alagoas. Independentemente da postura que o Coruripe adotar, nós precisamos nos impor desde o começo e buscar o resultado positivo”, analisou o volante Bruno Silva.

Ricardo Gomes não quis antecipar a escalação que pretende mandar a campo. Ele, porém, vai preservar alguns titulares. O goleiro Jéfferson, o zagueiro argentino Joel Carli, o lateral-esquerdo Diogo Barbosa e o atacante uruguaio Juan Salgueiro serão poupados.

O zagueiro Emerson Santos, ainda com dores na coxa direita, e o volante Aírton, com lesão no músculo adutor da coxa esquerda, ficam de fora, assim como o volante Rodrigo Lindoso, que cumpre suspensão pro ter sido expulso pelo Madureira-RJ na edição da Copa do ano passado. Nomes como o goleiro Helton Leite, o zagueiro Emerson Silva, o lateral-esquerdo Jean e o volante Diérson ganham uma chance. No ataque, Luís Henrique pode ser usado no posto de Ribamar.

Pelo lado do Coruripe, o técnico Jaelson Marcelino alerta para a qualidade do adversário, mas cobra personalidade de sua equipe. “Vamos enfrentar um time de qualidade, com uma das melhores campanhas da temporada. Mas jogando em casa temos que mostrar atitude e postura de quem pretende um grande resultado”, analisou o treinador.

O Coruripe não está definido, mas deve manter a base que vem disputando o Campeonato Alagoano. Os meias Geovani e Tiago Lima, que estão se recuperando de lesão, não começam jogando. Assim, Sadrak e Candinho serão os responsáveis pela criação de jogadas.

A hipotética partida de volta está prevista para o dia 28 de abril, às 21h30 (de Brasília), ainda sem local definido.

FICHA TÉCNICA
CORURIPE-AL X BOTAFOGO-RJ

Local: Estádio Gerson Amaral, em Coruripe (AL)
Data: 5 de abril de 2016 (terça-feira)
Horário: 21h30(de Brasília)
Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Júnior (PE)
Assistentes: Clóvis Amaral da Silva (PE) e Fabrício Leite Sales (PE)

CORURIPE: Gott, Renato, Tiago Papel, Williames José e Igor; Mazinho, Jair, Sadrak e Candinho; Júnior Chicão e Robert
Técnico: Jaelson Marcelino

BOTAFOGO: Helton Leite, Luis Ricardo, Renan Fonseca, Emerson Silva e Jean; Diérson, Fernandes, Bruno Silva e Gegê; Neilton e Ribamar (Luís Henrique)
Técnico: Ricardo Gomes

Fonte: ESPN.com.br