Ufa! Após quatro derrotas seguidas, atuações sofríveis e a demissão de Eduardo Barroca, o Botafogo voltou a vencer no Campeonato Brasileiro. Sob comando do interino Bruno Lazaroni, o Glorioso fez enfim um bom jogo e derrotou o Goiás por 3 a 1 nesta quarta-feira, no Estádio Nilton Santos, se recuperando na tabela. Ainda com a rodada a ser concluída, o Fogão se manteve na 12ª colocação, mas foi a 30 pontos, abrindo sete de distância para o Z-4.

O Botafogo tomou a iniciativa do jogo desde o começo, apesar de cometer muitos erros na construção das jogadas. O Goiás chegou a equilibrar um pouco a partida por volta dos 20 minutos, mas o Botafogo criou as melhores chances. Aos 30 minutos, Tadeu evitou o primeiro gol, num bonito chute de Gustavo Bochecha após a parede de Diego Souza.

No minuto seguinte, saiu o gol alvinegro na bola parada. João Paulo cobrou escanteio da esquerda, Marcelo Benevenuto desviou no primeiro pau e Gabriel completou na segunda trave: 1 a 0. Depois, aos 39, João Paulo cobrou falta na área e Fernando cabeceou no travessão. E, aos 41, mais uma vez João Paulo cruzou na área, Cícero desviou para o gol, mas o árbitro anulou após longa análise do VAR, assinalando impedimento.

Na etapa final, o Botafogo começou assustando logo aos três minutos, com Diego Souza de cabeça após novo cruzamento de João Paulo, mas Tadeu salvou. O Goiás chegou a empatar aos 13 minutos, com Michael, mas o gol foi validado após chamado do VAR por conta de um toque de mão de Marlone na origem da jogada. Aí, o Fogão foi lá e conseguiu o segundo gol: o Goiás saiu jogando errado, Diego Souza enfiou, Gustavo Bochecha chutou e no rebote João Paulo fez de cabeça 2 a 0.

A partida parecia decidida, mas o Goiás conseguiu diminuir aos 31 minutos: após cruzamento no segundo pau, Michael desviou, Diego Cavalieri defendeu, a bola bateu em Marcelo Benevenuto e entrou. Ainda bem que não demorou muito e o Botafogo fez o terceiro. Quatro minutos depois, Cícero cruzou na área, Diego Souza meio que errou a cabeçada, Rodrigo Pimpão rolou para trás e Leo Valencia, que tinha acabado de entrar, chutou para as redes e fez 3 a 1. Agora sim!

Próximos jogos

Após dois jogos seguidos em casa, o Botafogo terá duas partidas consecutivas como visitante. No próximo sábado, o Glorioso enfrenta o Palmeiras, às 21h, no Pacaembu. Depois, na quarta-feira seguinte, faz o clássico contra o Vasco em São Januário, às 21h30.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 3 X 1 GOIÁS

Estádio: Nilton Santos
Data/Hora: 09/10/2019 – 19h15
Árbitro: Rodrigo D’Alonso Ferreira (SC)
Assistentes: Helton Nunes (SC) e Éder Alexandre (SC)
VAR: Caio Max Vieira (RN), José Washington da Silva (PE) e Flavio Barroca (RN)
Renda e público: R$ 82.308,00 / 4.898 pagantes / 5.574 presentes
Cartões amarelos: Cícero, Rodrigo Pimpão, Marcelo Benevenuto e Diego Souza (BOT); Léo Sena e Rafael Moura (GOI)
Cartões vermelhos:
Gols: Gabriel 31’/1ºT (1-0), João Paulo 19’/2ºT (2-0), Marcelo Benevenuto (contra) 31’/2ºT (2-1) e Leo Valencia 35’/2ºT (3-1)

BOTAFOGO: Diego Cavalieri; Fernando, Marcelo Benevenuto, Gabriel e Yuri (Lucas Barros 18’/2ºT); Cícero (Alan Santos 36’/2ºT), João Paulo e Gustavo Bochecha; Luiz Fernando (Leo Valencia 33’/2ºT), Diego Souza e Rodrigo Pimpão – Técnico: Bruno Lazaroni.

GOIÁS: Tadeu; Yago Rocha (Marlone – Intervalo), Fábio Sanches, Rafael Vaz e Jefferson; Yago Felipe, Gilberto (Rafinha 42’/2ºT) e Léo Sena; Michael, Rafael Moura e Leandro Barcia (Kaio 32’/2ºT) – Técnico: Ney Franco.

Vote na enquete abaixo:

Fonte: Redação FogãoNET