Keisuke Honda não impressionou apenas a torcida do Botafogo, que lotou o Aeroporto Internacional do Galeão e o Estádio Nilton Santos para recebê-lo na última semana. O reforço do Alvinegro para o decorrer da temporada também encheu os olhos do departamento médico do clube de General Severiano após os exames realizados na última segunda-feira.

Banner da loja do FogãoNET para faixa japonesa

O japonês fez uma bateria de exames na Clínica São Vicente, na Gávea, e depois realizou atividades de rotina – as mesmas que os atletas fazem quando retornam na pré-temporada – na academia do Estádio Nilton Santos. Ao LANCE!, Cristiano Cinelli, médico do Botafogo, comentou sobre os resultados de Keisuke Honda.

– Ele fez exames e está ótimo. Percentual de gordura muito baixo, exames cardio-pulmonares excelentes, eco do coração perfeito, ele veio muito bem fisicamente – afirmou.

Na apresentação, realizada no último sábado, Honda afirmou que a previsão para entrar em campo é de duas a três semanas. Cristiano Cinelli, por sua vez, prefere não delimitar um tempo para ver o japonês nos gramados e afirma que tudo dependerá do desempenho do meio-campista de 33 anos nas atividades dentro das quatro linhas.

– Estar bem fisicamente não quer dizer que está com ritmo de jogo. O que vai determinar quanto a estreia serão os testes físicos no campo. É muito fácil fazer trabalhos na esteira ou o próprio cardiograma, teste de força, o negócio é fazer o teste no gramado. Isso que vai determinar quando ele vai estrear – analisou o doutor.

Como os resultados na academia foram mais que satisfatórios, Honda iniciou os trabalhos físicos no gramado mais cedo do que o departamento médico do Botafogo estava prevendo. Na última segunda-feira, o japonês foi ao campo anexo do Nilton Santos pela primeira vez e realizou as atividades com bola. No decorrer da semana, o camisa 4 continuará no processo de ganho de ritmo de jogo.

Fonte: Terra