Dono do pior ataque entre os grandes do Rio no Campeonato Carioca, com 22 gols em 18 partidas, o Botafogo vê a incômoda sina se repetir no Campeonato Brasileiro. Entre os 20 participantes, o Alvinegro foi o que menos balançou a rede: três gols em seis rodadas. A escassez de gols é uma das explicações para o indesejável posto de lanterna. Para acabar com o jejum de três rodadas sem gols, Ricardo Gomes deve apostar em Sassá contra o Vitória.

“Ele está voltando de uma cirurgia (no joelho esquerdo), está buscando, aos poucos, o lugar que teve ano passado”, disse o treinador, em tom misterioso.

Nos últimos dois treinos, fechados para à imprensa, o Sassá foi testado no lugar de Ribamar. Artilheiro da equipe ao lado de Neilton na temporada, com quatro gols, o atacante, de 18 anos, não repetiu as boas atuações do Carioca e vive um momento de muita pressão. Desde a pré-temporada, Ricardo Gomes cobra a contratação de um camisa 9 de peso.

CAMBIASSO É OFERECIDO

Para o Campeonato Brasileiro, Anderson Aquino, Rodrigo Pimpão, que iniciou ontem os exames médicos, e o uruguaio Canales foram contratados. Como chegaram do exterior, os dois últimos só poderão ser regularizados e ir a campo após o dia 20.

Apesar da busca pelo camisa 9 ideal, a diretoria analisa um nome de peso para outra posição: Cambiasso. O volante argentino, de 35 anos, que defende o Olympiacos, da Grécia, foi oferecido ao Botafogo por um grupo de empresários.

Fonte: O Dia Online