O Botafogo ainda não venceu em 2018 e enfrenta o Macaé pela terceira rodada da Taça Guanabara. O cenário, que se repete hoje, às 19h30, no Moacyrzão, também aconteceu no ano passado. Na ocasião, o Alvinegro fez 2 a 1 no time do Norte Fluminense, com um gol aos 52 minutos do segundo tempo. A expectativa é por uma nova vitória, mas, se possível, sem drama.

— Esperamos que venham os três pontos de novo, mas tomara que não seja sofrido — brincou o atacante Brenner.

O atacante, aliás, pode ser cravado como um nome certo na equipe de hoje. Apesar de não ter revelado a escalação e de ter fechado o treino para a imprensa, Felipe Conceição não conta com um outro centroavante de ofício no elenco no momento. Uma opção a Brenner seria o jovem Pachu, que originalmente joga pelos lados, mas já atuou como referência na base. Porém, ele ainda não recebeu chances este ano. A diretoria do Botafogo segue no mercado em busca de um camisa 9. O nome de Gilberto, ex-São Paulo, não foi descartado.

Enquanto ainda vê seu time em formação, Felipe Conceição pede paciência e acredita que a equipe está se afinando. Após dois empates, nos jogos até aqui — Portuguesa e Fluminense —, ele assume que pode testar outras alternativas na equipe já a partir de hoje, mas tudo seguindo o planejamento.

— Ainda estou resolvendo umas questões, mas não haverá grandes mudanças — ponderou o treinador: — A gente procura focar no desempenho e no que temos que evoluir. Quanto mais tempo para ajustar, mais perto da vitória estamos.

Caso a vitória aconteça, o Botafogo ultrapassa o próprio Macaé e pode terminar a rodada na zona de classificação às semifinais do turno.

Fonte: Extra Online