O Botafogo acertou nesta quarta-feira a contratação de Paulo Autuori como treinador. Diferentemente de Alberto Valentim, ele não terá multa rescisória com o clube. As partes podem romper o vínculo, assinado até dezembro de 2020 quando bem entenderem.

Banner da loja do FogãoNET para faixa japonesa

A informação foi divulgada pelo vice-presidente comercial e de marketing, Ricardo Rotenberg, à Rádio Brasil, acrescentando ainda que não há compromisso de Autuori se tornar CEO da Botafogo S/A.

– Não há multa contratual, e eu acho que técnico não deveria ter multa contratual. Acho que o contrato vai o final do ano e não há nada de compromisso que seja o CEO da futura empresa. Quem vai escolher o CEO da futura empresa é quem vai investir no Botafogo. Autuori vem para ser técnico do Botafogo, com uma visão de colaborar, se não não viria. Ele não aceitaria provavelmente ser técnico em nenhum lugar do Brasil, o único lugar é aqui no Botafogo. Confiamos na sensibilidade dele, no conhecimento que ele tem sobre o Botafogo – disse Rotenberg.

O dirigente alvinegro explicou a opção por Autuori a um técnico estrangeiro, tão falado pelos torcedores, e pediu que a torcida entenda a realidade atual do clube.

– Li opiniões de muitos botafoguenses que gostariam de contratar um técnico estrangeiro, sugeriram diversas opções, português, argentinos, até chilenos… A escolha do Autuori foi a escolha de alguém próximo à realidade do Botafogo. O botafoguense tem que entender que estamos numa fase muito difícil, de falta de recursos, de atrasos salariais constantes, uma fase de transição muito complicada, é uma negociação lenta… Nessa fase de transição, temos que trazer uma pessoa identificada com o Botafogo, que tenha gratidão ao Botafogo. Se vem amanhã um técnico argentino, ou do Independiente del Valle como falaram, o cara vai chegar aqui e vai entrar num dia-a-dia muito difícil, não está acostumado com o futebol brasileiro, com a situação do Botafogo, o que certamente atrapalharia o trabalho dele. O Autuori é um técnico que por onde passou foi muito bem. Falamos com dirigentes do Santos, do Athletico-PR, e só fizeram elogios a ele, não só pelo caráter mas pela capacidade de inovação tática que tem. Ele está completamente por dentro do elenco do Botafogo e de outros clubes também. Autuori tem relação pessoal com nosso eterno presidente Carlos Augusto Montenegro, é um botafoguense, que tem uma gratidão ao Botafogo que outros não tem. Peço à torcida que compreenda, vamos onde é possível fazer. A torcida pode ter certeza de que terá um técnico que vai se dedicar 100% ao Botafogo – afirmou, entusiasmado.

Fonte: Redação FogãoNET e Rádio Brasil