Na extensa entrevista que concedeu ao Globoesporte.com, Luiz Felipe Novis, novo vice-presidente de finanças do Botafogo, não descartou continuar atuando na Arena Botafogo, na Ilha do Governador, em 2017, mesmo já tendo o Estádio Nilton Santos de volta – atualmente, ele está entregue ao Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos do Rio.

– Não sei dizer. O acordo é para esse ano. Mas tudo vai depender do sucesso da Arena. Acredito que tem tudo para dar certo. Mas vai depender se a nossa torcida vai aceitar o estádio. Acho que essa resposta só podemos dar mais para o final do ano. Mas a tendência é voltar a ter o Nilton Santos como nossa casa. Mas é claro que temos que analisar a possibilidade de mandar jogos na Arena. Mas é fato que nesse ano era a melhor opção. O Vasco nem sempre pode alugar São Januário. Não podemos depender dos outros. Tivemos que buscar uma solução nossa. Volta Redonda e Juiz de Fora têm suas complicações, com vantagens e desvantagens – afirmou Novis.

O dirigente também deixou claro que não tem a inteção de vender jogos com mando de campo para outras praças, como Brasília e Manaus, à exceção dos clássicos cariocas:

– Acredito que não. Só em casos excepcionais. Mas a princípio os jogos serão sempre na Arena. Não faria sentido. Apenas uma oportunidade muito boa. Talvez um clássico. Mas o estádio está preparado para receber esses jogos. Tem a área de visitantes, e não é um estádio de difícil acesso, no sentido de garantir a segurança dos torcedores.

Fonte: Globoesporte.com